31 de out de 2011

Curso de Escrita Fiscal

fonte:http://www.gersoncontabil.com


Para todos os acadêmicos que são da área de gestão taí uma grande oportunidade de ampliar os seus conhecimentos na área fiscal e no universo dos impostos, serão 8 horas de curso em um único sábado.

O curso de Escrita Fiscal tem como objetivo capacitar os acadêmicos com conceitos práticos e atualizados de cálculo dos principais impostos de uma empresa.

Público Alvo – Estudantes universitários das áreas de Administração, Contábil ou de Economia, profissionais da contabilidade, auxiliares e assistentes contábeis ou administrativos e pessoas que necessitam aumentar seus conhecimentos na Escrita Fiscal.

Preço do Curso - R$ 100,00 – Com Certificado e Dois Coffee Breaks

Local – Hotel Alven – Rua Engenheiro Niemeyer, 215, Centro, Joinville – SC. Próximo ao Shopping Muller.

Data/Horário – Dia 26/11 – Sábado das 08:00 às 12:00 horas, e das 13:30 às 17:30.

Ementa do Curso:

Introdução - O que é ICMS?, O que é IPI?
Conceitos: da cumulatividade e da não cumulatividade, imposto devido, imposto  anteriormente cobrado, documento fiscal hábil, situação regular 
perante o fisco, contribuinte, fato gerador, estabelecimento industrial.

ICMS, IPI, Créditos dos Impostos, Apuração e Recolhimento do 
ICMS, Notas Fiscais, Apuração e Recolhimento do IPI, Operações Fiscais, 
Substituição tributária do ICMS. ISSQN.

O Simples Nacional e os seus respectivos Anexos.

Imposto de Renda Pessoa Física IRRF, INSS. Imposto de Renda Pessoa Jurídica IRPJ.

Lucro Presumido, Lucro Real com apuração Trimestral e Lucro Real com apuração Mensal,

PIS e COFINS no Lucro presumido cumulativo e PIS e COFINS no Lucro Real não cumulativo.


Att. Prof. Marco Antonio.

Prof. Marco Antonio Bottene – Engenheiro Econômico e Administrador, Pós Graduado em Gestão Financeira e em Metodologia do Ensino Superior - FGV e Mestre em Engenharia de Produção. Professor da Aupex – Uniasselvi, em cursos de Graduação e Pós-Graduação, Professor da FCJ Faculdade Cenecista de Joinville, da Anhanguera Educacional e FGV – Fundação Getúlio Vargas.


Interessados fazer depósito em conta bancária Bancos: Santander, Itaú ou Bradesco e confirmar por e-mail, romacambio@terra.com.br

 Banco Santander                                                          
Ag - 0159
C/C - 01020448-8
Marco Antonio V. Bottene
R$ 100,00

Banco Itaú
Ag - 6820
C/C – 05570-2
Favorecido – Marco Antonio Bottene
Valor R$ 100,00

Banco Bradesco
Ag - 1712-4 
C/C - 977-6 
Favorecido - Marco Antonio  Bottene
Valor R$ 100,00

28 de out de 2011

Palestrantes curso de História


Para baixar as fotos, clique aqui.


Trabalho de socialização sobre Educação Inclusiva

No dia, 22/10/2011 a turma HID0176 do curso de História teve a socialização da prática do grupo composto pelos alunos: Ediclei, Francisco, Izaqueu, Jean Carlos, Nélvio e Sirlano. Na oportunidade o grupo convidou duas profissionais da área de Educação Inclusiva para ministrar uma palestra, (Profª Adriana do CAIC Mariano Costa, e a supervisora Aline também do CAIC Mariano Costa). Elas falaram sobre aspectos históricos da educação inclusiva, terminologias, e exemplificaram algumas experiências já vivenciadas por ambas. Elas também apresentaram o AEE, (Atendimento Educacional Especializado) que é um projeto novo oferecido pela rede municipal de educação, que teve início no ano de 2010 e já tem surtido bons resultados. A palestra foi muito produtiva, foi possível esclarecer e tirar várias dúvidas com as duas excelentes profissionais, que dominam muito bem o assunto e têm muito conhecimento na área de educação inclusiva, e acima de tudo são apaixonadas pelo trabalho que desenvolvem.

Aluno Sirlano Pires

Trabalho de socialização sobre Turismo Rural

O nosso grupo escolheu fazer o trabalho de prática sobre o tema turismo rural. Buscamos relacionar nosso tema com a história da cidade e a disciplina de Sociologia. Atualmente o tema do turismo está em alta, pois em breve o Brasil estará sediando a copa do mundo de futebol e também as olimpíadas de 2016. E na cidade de Joinvile, também se valoriza o turismo, e nós estaremos abordando o turismo rural nesse contexto. No dia 15 de outubro, na nossa socialização fomos até o campo, fazer um dia diferente. Fomos até a Estrada Bonita, berço do turismo rural em Joinville. Ali tomamos um gostoso café colonial, no restaurante GrünWald, e fomos até o sítio da família Kersten, onde o proprietário gentilmente contou a história de sua família e como ela sobreviveu às crises que envolveram o homem do campo. Ele nos mostrou parte de sua propriedade, o museu que ele mesmo organizou, e nos mostrou também como fazem o melado. No final do passeio também passamos na Casa Krüguer. E voltamos para as nossas casas já com a saudade deste belo momento em que nossa turma passou unida, momentos de alegria e aprendizado.

Aluno Sandro Kersten

Projeto de Lei 267/11

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 267/11, da deputada Cida Borghetti (PP-PR), que estabelece punições para estudantes que desrespeitarem professores ou violarem regras éticas e de comportamento de instituições de ensino. Em caso de descumprimento, o estudante infrator ficará sujeito a suspensão e, na hipótese de reincidência grave, encaminhamento à autoridade judiciária competente.


A proposta muda o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) para incluir o respeito aos códigos de ética e de conduta como responsabilidade e dever da criança e do adolescente na condição de estudante. Indisciplina: De acordo com a autora, a indisciplina em sala de aula tornou-se algo rotineiro nas escolas brasileiras e o número de casos de violência contra professores aumenta assustadoramente. Ela diz que, além dos episódios de violência física contra os educadores, há casos de agressões verbais, que, em muitos casos, acabam sem punição.
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Fonte:http://primasfalando.blogspot.com/2011/04/camara-analisa-projeto-de-lei-que-pune.html

25 de out de 2011

Gestão financeira: livre-se das dívidas

Equilibre seu orçamento, primeiro passo é colocar todas as suas contas no papel e a receita mensal.


Gestão Ambiental

fonte:http://1.bp.blogspot.com



Gestão ambiental ainda é uma carreira recente, mas a cada dia ganha espaço em instituições públicas e privadas. A profissão surgiu diante da necessidade das empresas e dos órgãos públicos se adaptarem às questões ambientais, especialmente para economizar e evitar danos.

Graduação pode ser tecnológica ou bacharelado

Há duas modalidades para a formação em gestão ambiental: o curso de bacharelado - que tem duração de quatro anos- e o superior tecnológico, em dois anos. De acordo com o professor Silva Filho, a diferença entre as duas modalidades é que o curso tecnológico é mais técnico, direcionado para pessoas que já atuam na área de meio ambiente e que procuram uma formação mais completa; enquanto o bacharelado é voltado para a administração do meio ambiente, sendo mais extenso porque permite aprofundar os conceitos e forma profissionais direcionados para a pesquisa acadêmica e científica.

Áreas de atuação

Um tecnólogo em gestão ambiental trabalha em projetos específicos ligados ao meio ambiente. Ele atua no gerenciamento de resíduos sólidos, no planejamento ambiental, na remediação de áreas contaminadas e em sistemas de gestão, por exemplo.

Já o bacharel em gestão ambiental além de poder ocupar essas funções, ainda poderá desenvolver papéis de gerência nas áreas financeira, de marketing e recursos humanos. "É um profissional que tem na carga horária do curso mais disciplinas da área administrativa", diz Demajorovic.

Outro ponto importante a esclarecer é que o gestor ambiental exerce função diferente do engenheiro ambiental, que foca o trabalho no desenvolvimento de tecnologias e soluções ambientais. O gestor ambiental lida com o planejamento dos recursos.

Segundo Demajorovic, o gestor ambiental é preparado para trabalhar em empresas privadas, públicas, em ONGs - ele implementa projetos que não pensam apenas na relação do custo, mas sim na viabilidade econômica com menor impacto ambiental e social. 


Fonte:http://g1.globo.com/Sites/Especiais/Noticias/0,,MUL468917-15526,00-GESTOR+AMBIENTAL+ADMINISTRA+O+MEIO+AMBIENTE.html

Oportunidade de estágio e de curso de qualificação

Os processos seletivos WEG – 2012 já começaram. As inscrições para o programa de estágio estão abertas através do site www.weg.net/estagio até dia 30 de novembro, com vagas para as áreas de engenharia, administrativa e técnica. Também estão abertas até 4 de novembro as inscrições para os cursos de qualificação WEG em usinagem, bobinagem e montagem eletromecânica.

Programa de Estágio:

Com inicio previsto para fevereiro/março de 2012, o estágio pode ser realizado em 8h ou em 6h diárias. O estagiário conta com uma série de benefícios como alimentação subsidiada, atendimento ambulatorial, bolsa-auxílio, curso de desenvolvimento comportamental, seguro de vida em grupo e vale transporte.

Para participar do processo seletivo é necessário ter disponibilidade para residir onde a WEG tenha unidades fabris ou administrativas, principalmente Jaraguá do Sul e estar concluindo o ensino técnico ou engenharia. Para superior – áreas administrativas o estudante pode estar cursando desde a primeira fase do curso.

Formações geralmente solicitadas:

Técnico: Metalurgia, Mecânica, Eletromecânica, Eletrônica, Eletrotécnica, Informática e Redes de Computadores.
Superior: (áreas administrativas): Administração de Empresa e suas ênfases, Psicologia, Serviço Social, Comunicação Social (Jornalismo e Publicidade), Ciência Contábeis, Ciências da Computação, Sistema da Informação, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento e outros cursos na área de sistemas.
Engenharias nas áreas de: Elétrica, Mecânica, Automação, Produção Elétrica ou Mecânica, Produção e Sistemas e Produção.

Cursos de Qualificação QPOP:

As inscrições para os cursos de Qualificação podem ser feitas no recrutamento WEG até sexta feira, 4 de novembro das 10h às 11h30 e das 15h às 16h30, com plantão estendido nas quinta-feiras, 27/10 e 03/11 , até as 19h30. Para se inscrever é necessário apresentar RG, CPF, Carteira de trabalho e comprovantes de residência e escolaridade.

Os candidatos devem ter entre 17 e meio e 23 anos, ensino fundamental completo e não ser colaborador WEG.

Com duração de cinco meses, de janeiro a maio de 2012, os cursos oferecem benefícios como vale transporte, alimentação, ajuda de custo, previdência privada e chances de contratação.

O principal objetivo do Curso de Qualificação e do Programa de Estágio WEG é possibilitar a jovens e adolescentes a oportunidade de começar uma carreira fazendo parte de uma grande empresa.


Fonte:http://wp.clicrbs.com.br/eeucomisso/2011/10/25/oportunidade-de-estagio-e-de-curso-de-qualificacao-na-weg/?topo=84,2,18,,,84

Melhores alunos leem por prazer

fonte:http://mylamultimidia.wordpress.com

 
Estudo mostra que leitura sem obrigação é pré-condição para se tornar leitor efetivo. Desafio maior é despertar o interesse.

Adriana Czelusniak

A quantidade de tempo dedicado à leitura como lazer na infância e adolescência tende a formar leitores e implica em reflexos na vida adulta. Um estudo da Organização para a Coope­­ração e o Desenvolvimento Eco­­nômico (OCDE) aponta que os melhores leitores leem mais por estarem motivados a isso e, consequentemente, desenvolvem mais o vocabulário e a capacidade de compreensão. Na pesquisa, o Brasil aparece junto às nações com os menores índices de leitura entre alunos na faixa dos 15 anos. A publicação Education at a Glance (Educação de Relance, em português) cruzou notas do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) de 2009 e dados sobre a quantidade de horas por semana que alunos de vários países afirmaram dedicar à leitura sem obrigação escolar. Os leitores que se saíram melhor na avaliação afirmaram ler ficção. Contudo, a leitura de outros materiais, como revistas, jornais e livros de não ficção também ajuda a fazer da leitura um hábito, especialmente entre leitores mais “fracos” ou iniciantes.

Com exceção dos gibis – em alguns países, crianças que afirmaram ler essas publicações tiveram nota


inferior do que aqueles que disseram não lê-las –, revistas, livros e jornais contribuem positivamente com a performance de leitura dos estudantes. Segundo o estudo, o motivo da ressalva poderia estar ligada ao fato de leitores “fracos” considerarem os gibis uma leitura mais acessível. Para o educador Júlio Röcker Neto, vice-presidente da editora Ahom Educação, não há nada de mal em uma criança ler gibis e revistas adequados à sua idade, mas não se pode deixar de apresentar a ela outros tipos de leitura, como narrativas ou poesias. Ele reforça a importância da leitura para o desempenho escolar. “Exames nacionais e mundiais comprovam que o entendimento dos enunciados das questões é determinante para o sucesso do aluno em uma avaliação.”

Professores - Apenas 19% dos estudantes entre 14 e 17 anos dizem ler livros que não foram pedidos na escola. O índice cai para 10% na faixa de 11 e 13 anos. Os números fazem parte de uma pesquisa conduzida pelo Instituto Pró-Livro e o Ibope. A falta de interesse pelos livros pode ser reflexo do mau uso do material nas escolas. Para a professora de Metodologia de Ensino da


Literatura Infantil Elisa Dalla Bona, os professores erram quando usam a leitura unicamente como pretexto para ensinar ou alfabetizar.

“Quando o professor trabalha o texto com perguntas medíocres, o que chama de interpretação, parte do pressuposto que o aluno não tem capacidade de interagir com o texto. Isso deixa a criança insegura. O resultado é que crianças leem porque o professor mandou, e não por prazer”, diz Elisa. Claudio André Gonçalves, 16 anos, vai na contramão quando o assunto é leitura como passatempo. Mesmo estudando para o vestibular, não fica sem ler pelo menos 1h30 por dia. “Quan­­do o professor pede para ler livro ninguém quer. Preferem resumos. Os alunos deveriam ser estimulados a ler sem obrigação. Se é para ler porque vale nota, aí fica chato.” De acordo com Eliege Pepler, mestre em Estudos Literários e professora do Colégio Media­­neira, a forma de encarar a leitura também precisa mudar. “Leitura não é dom, gosto ou hábito. Demanda concentração, isolamento, participação ativa e reflexiva. É como em um exercício físico, quanto mais cedo é estimulada e quanto mais se pratica, melhor a capacidade de leitura.”

Gazeta do Povo, 25/10/2011 - Curitiba PR 

22 de out de 2011

O Papel da Família para a Inclusão Social

A pedagoga, pós-graduada em Educação Infantil pela FACEL/AUPEX, Ana Carolina Fruit, acompanhada de seus pais, Waldir e Gina, realizou no dia 11/10/2011 palestra sobre o tema "O Papel da Família para a Inclusão Social da Pessoa com Síndrome de Down".

O evento, direcionado a acadêmicos do Curso de Pedagogia, apresentou a trajetória de vida de Ana Carolina e suas sucessivas conquistas, marcadas pela determinação, persistência e apoio familiar irrestrito.




Para baixar as fotos, clique aqui.

20 de out de 2011

Hoje é o aniversário do professor Dieter

A importância da EAD na formação do professor e na Inclusão social

http://2.bp.blogspot.com
 
 
A sociedade contemporânea vem passando por mudanças em todas as dimensões de forma muito acelerada. Contudo, o conhecimento e o tempo têm se apresentado como commodities valiosas nas relações socioprodutivas. Assim, a formação pessoal e profissional passa a requerer capacitação e aperfeiçoamento contínuo. Nesse contexto, emergiu a educação a distância - EAD no seio da sociedade, recentemente, como modalidade que mais se adequou para atender as grandes demandas de formação inicial e continuada, capacitação dos profissionais de educação e inclusão social.
A EAD, uma modalidade de ensino e aprendizagem mediada por tecnologias, permite que o aluno e professor estejam geograficamente separados e fora de um ambiente formal de aprendizagem. Suas características básicas são: o encurtamento das distâncias e a minimização das barreiras geográficas e temporais entre o conhecimento e o aprendiz. Todavia, a EAD não substituirá a modalidade presencial, mas vem somar no processo de formação e capacitação dos profissionais de educação, contribuindo com isso para os mecanismos de reparação dos déficits de profissionais especializados das redes públicas de ensino (municipal, estadual e federal), resultantes de políticas educacionais equivocadas e das barreiras geográficas para a implantação de instituições de ensino superior.
É notório que a educação a distância tem um papel complementar relevante à modalidade presencial no que diz respeito à formação inicial e na capacitação dos profissionais, principalmente dos que atuam na educação básica pública, assim como na inclusão social. A elevação do nível de formação dos profissionais proporcionado pela educação a distância tem grandes repercussões na qualidade da educação. Isso porque contribui para uma melhor formação teórica dos professores e melhoria na prática docente, tornando a aprendizagem mais atraente e significativa. Com isso amplia também as possibilidades de uma melhor condução dos parâmetros de cidadania, de habilidades, competências e valores para convivência no mundo em constante processo de transformação e de diferenças sociais e culturais.
Diante do desenvolvimento e da importância que tem a EAD nos dias atuais, os agentes do fazer educação - professores e alunos - assumem novas e múltiplas funções. No caso do professor, deixa de ser protagonista dos processos de ensino e aprendizagem para se tornar um agente virtual, ou seja, invisível, mas com um papel de grande relevância para tutoriar, mediar, monitorar, formar, entre outras funções, da prática a qual ele (professor) desenvolve e sempre foi o centro das atenções em todo processo educacional.
Na modalidade a distância, o professor pode ser definido como um aliado importante do aluno no processo de aprendizagem quando dotado de competências e habilidades inerentes a esse tipo de modalidade (a distância) sustentada pela tríade: conhecimento teórico, conhecimento tecnológico e conhecimento pedagógico.
Já no caso do aluno, a educação a distância centraliza e direciona todo o processo educacional. Exige mudanças na postura pedagógica, autonomia para administrar sua auto-aprendizagem e responsabilidade na construção do seu próprio conhecimento.
Enfim, a EAD tem em sua essência características pedagógicas que possibilita a formação, capacitação e atualização de professores e profissionais em geral, e com isso inclui socialmente a parte do tecido social que está excluída do acesso à educação e à profissionalização, bem como, da condução plena de cidadania para construção de uma sociedade mais justa e eqüitativa.


Currículo
É professora de geografia da educação básica e estudante do Núcleo de Pós-Graduação em Geografia da UFS.
José Eloízio da Costa é professor adjunto e coordenador do Núcleo de Pós-Graduação em Geografia - NPGEO da UFS. 
 
 
Fonte:http://www.ufs.br/?pg=artigo&id=238

Educação em Rede



Animação apresentando a visão da TerraForum Educação, demonstrando a transformação da educação com o uso das tecnologias de informação e comunicação (TIC), mobilizando a aprendizagem colaborativa e possibilitando a superação das fronteiras das salas de aula e escolas, ampliando a abrangência da educação por meio das redes.

18 de out de 2011

Encontro de Stammtisch



Joinville terá mais uma edição do Stammtisch, o evento vem se tornando tradição na cidade. Nele a Via Gastronômica é fechada repleta de barracas para a reunião de amigos.

A ideia e objetivo é que ele não perca sua identidade e a conotação, cuja origem alemã dita as normas e regras destes encontros de confrarias. A data será 22 de outubro, um sábado, tendo início, as 10h e encerramento às 17h, com estimativa de participação de 85 grupos.

O que é o Stammtisch

A lenda bávara passada oralmente de geração a geração conta que na Idade Média, os lenhadores, ao cortarem a primeira árvore de uma área nova de extração, cortavam-na à altura de uma mesa, e dos galhos faziam pequenas banquetas. Ao final do dia, os trabalhadores se reuniam ao redor da mesa improvisada para bater papo e beber o vinho que carregavam em seus alforjes.

Daí surge o nome stammtisch, onde o tronco que compartilhavam (stamm) significa a profissão comum de lenhadores, e ao redor daquela mesa o (tisch) relaxar, celebrar a vida e cultivar as amizades.

De acordo com a versão, o costume ganhou as tabernas da cidade, os grupos passaram a beber cerveja no lugar do vinho, e o termo stammtisch passou a significar encontro de amigos. Depois, o nome passou a identificar aqueles que detinham mais do que apenas a amizade em comum, ele passou a englobar outras características como o mesmo local de trabalho, uma determinada atividade cultural, social ou política, entre outras.

Logo o hábito se espalhou pelos países europeus com influência tedesca, como Alemanha, Áustria, Dinamarca, Suíça, entre outros. Os imigrantes europeus, sobre tudo os que vieram para Santa Catarina trouxeram consigo o hábito para as terras brasileiras.


Fonte: http://nossajoinville.com.br

Comemoração pelo Dia dos Professores

Confiram abaixo as fotos da festa em comemoração ao Dia do Professor ocorrido no sábado, dia 15/10, no restaurante da Associação dos Servidores Públicos de Joinville. Abrilhantou a festa casal Maycon dos Santos e sua esposa da Escola de Dança Dois pra Lá e Dois Pra Cá. Dentre as danças escolhidas estava o tango que o casal dançou maravilhosamente arrancando aplausos dos professores presentes. Após ao jantar os professores puderam dançar e se divertir ao som de boa música.




Para baixar as fotos, clique aqui.

14 de out de 2011

Aniversário do professor Antonio Lemos

Hoje, dia 15, o professor Antonio Lemos está de parabéns por dois motivos. Hoje é seu aniversário e também comemoramos o Dia do Professor. Felicidades hoje e sempre!


Investor

Aconteceu no último dia 13/10 a atividade INVESTOR – O Jogo dos Investidores


A atividade desenvolvida pelo professor-tutor-externo Flávio Brustoloni com a turma ADG 0096 consiste em um jogo de competição de equipes formadas pelos alunos da turma aonde vivenciam um cenário parecido com o da Bolsa de Valores, tendo especulações financeiras, vendas e compras de ações, tumultos e muita agitação.
Cada equipe é formada por até cinco alunos que compõem um grupo de investidores, cada qual com um nome específico, e começam com um valor para investimento de R$ 1 milhão.
Através de uma planilha desenvolvida em Microsoft Excel as equipes começam a fazer suas movimentações acionárias e financeiras, respeitando um tempo para poder participarem do pregão.
No final de um período formado por 10 (dez) meses, a equipe que obter melhor resultado financeiro (R$ em Ações + R$ em Caixa) é a vencedora.

Esta atividade tem como objetivos:

  • Desenvolver a habilidade de negociação;
  • Desenvolver a interpretação rápida de informações de mercado;
  • Discernir informações especulativas de mercado;
  • Desenvolver raciocínio rápido;
  • Exercitar tomadas de decisões rápidas, e sob pressão;
  • Desenvolver liderança;
  • Desenvolver espírito de equipe e solidariedade;
  • Proporcionar um momento de diversão e confraternização entre os alunos.

A equipe vencedora recebeu uma premiação e cada aluno que participou da atividade ganhou um ponto nas primeiras provas.



Parabéns ao Prof Flávio Brustoloni pela competência e empenho em dia de Atividade Acadêmica onde desenvolveu um lindo trabalho chamado Investor onde mobilizou 36 alunos a participarem do Jogo. Todos os alunos participaram ativamente e alegremente até as 22h. O dia da Atividade Acadêmica é um dia para Reposição de conteúdos, orientação pedagógica e operacional individualizada, realização eventos (palestra,seminários,oficinas,visitas técnicas), pesquisas, estudo em grupo, atividades de laboratório.




Para baixar as fotos, clique aqui.

Reunião sobre vagas de estágio em Barra Velha


A coordenadora da Assistência Social Sra Oleias, três Assistentes Sociais do Município de Barra Velha, um vereador, dois acadêmicos do curso de Serviço Social da Uniasselvi: José Juarez Silva e Dilcicléia Gonçalves de Barros ambos funcionários do município, juntamente com a professora do curso, Profa Jaciane Geraldo e a articuladora da Uniasselvi, Patricia Elaine Medeiros participaram de uma reunião no Gabinete do Prefeito de Barra Velha para pleitear vagas de estágio para os alunos que entram em campo no próximo semestre.

UNIASSELVI na OKTOBERFEST

A UNIASSELVI esteve presente no tradicional desfile na rua XV de novembro, em Blumenau.Confira abaixo algumas fotos:


Dia do Professor


 http://1.bp.blogspot.com


O Dia do Professor surgiu assim: celebrava-se o dia da grande educadora Santa Tereza D’Ávila, em 15 de outubro de 1827. Dom Pedro 1º baixou um decreto imperial que criou o ensino elementar no Brasil. Pelo documento, “cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, salário dos professores, matérias básicas que os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A ideia teria sido ótima – caso fosse cumprida. Mas foi em 1947, 120 anos depois, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao professor. Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1.520 da rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, o Caetaninho. O longo período letivo do segundo semestre ia de 1º de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.

O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos levavam doces de casa para uma confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a ideia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil. A celebração espalhou-se pelo País nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo decreto 52.682, de 14 de outubro de 1963. O documento definia a essência e a razão do feriado: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

Como estão as celebrações e as solenidades nos dias de hoje? Será que há muito a festejar? Os professores merecem. Mas parece que a educação ainda anda capengando. Antigamente, ser professor era uma grande profissão. Ele sabia muito, era bem preparado, um tipo polivalente, com presença marcante na sociedade. Hoje, também há bons professores, ao lado de outros menos bons. Aos bons, nossa homenagem sincera, que sejam sempre mais eficientes e abençoados por Deus. Aos mercenários, um alerta: para se mudar de jeito, nunca é tarde. Só se pode dar coisas boas na medida em que se é bom. Parabéns a você que é professor! Parabéns pela dedicação! Não desanime! O que você planta hoje colherá no amanhã! Plante boas sementes, a colheita será abundante.


Dom Irineu Roque Scherer
A Notícia, 14/10/2011 - Joinville SC

Socialização de prática - SEG100

No dia 05 de outubro de 2011, os alunos do curso de Segurança do Trabalho (SEG100) do Pólo Joinville-SC socializaram os temas abordados em grupo para posterior elaboração dos papper’s. Temas como a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, Ergonomia, Acidentes em ambiente Domésticos, Estresse no ambiente de trabalho, entre outros, foram apresentados e debatidos durante as apresentações. 

Destaque para os alunos Tatiane, Adelaine, Antonio N, Charles e Dalton que abordaram o tema “Riscos das atividades com exposição a luz do sol” e para os alunos Luciano, Mariane e Ricardo que abordaram o tema “ A Lei de modernização dos Portos e as atividades do OGMO”.

A atividade foi de grande proveito para integração dos alunos, trabalho em equipe e troca de experiências profissionais.






Para baixar as fotos, clique aqui.

13 de out de 2011

Seminário na Estácio sobre Ensino a Distância reúne especialistas do Brasil e da Europa

O número de alunos do Ensino a Distância (EAD) cresceu 4.500% no Brasil em um período de oito anos, segundo dados do Ministério da Educação. Para discutir o futuro desta modalidade de ensino, que cada vez mais atrai estudantes no país, a Estácio, em parceria com Associação Nacional dos Tutores da Educação a Distância (ANATED), promoverá nesta sexta (30/09) e sábado (01/10), no Rio de Janeiro, o I Seminário Nacional de Tutores da Educação a Distância.

O evento, que acontece nas instalações da Estácio do campus Tom Jobim, na Barra da Tijuca, vai mobilizar milhares de pessoas ligadas ao EAD, que divulgarão trabalhos, pesquisas e experiências vivenciadas no dia a dia do Ensino a Distância. Entre os participantes do encontro estará o catedrático Santiago Castillo, da Universidade de Madri, instituição que tem 160 mil alunos em seus cursos a distância.

Para Marco Aurelio Barros, professor da Estácio e um dos coordenadores do evento, "o ensino a distância deverá responder, nos próximos anos, por grande parte da expansão da oferta de cursos de graduação, pós-graduação e tecnológico, além dos milhares de cursos livres e da oferta de oportunidade de ensino e aprendizagem nos outros níveis de ensino como o Fundamental e o Médio.”

Assim como a maioria das aulas, o seminário terá também transmissão ao vivo pela internet. Entre os temas que irão ser apresentados, destaque para a palestra sobre os cursos a distância para alunos com deficiência visual, e o que abordará os ambientes virtuais no novo desenho educacional na construção do conhecimento no contexto universitário. Para conhecer todos os assuntos que irão ser abordados basta ir até a página da ANATED:http://www.anated.org.br/seminario2011/programacao

Sobre a Estácio

Um dos maiores e mais conceituados grupos de ensino superior da América Latina, a Estácio atua há mais de 40 anos no país. A instituição possui cerca de 4 mil funcionários, um corpo docente de 7,5 mil professores e mais de 238 mil alunos matriculados. Formada por 32 instituições de Ensino Superior, entre Universidades, Centros Universitários e Faculdades, está presente em 36 cidades de 17 estados do país. Com um total de 71 campi, a instituição oferece diversos cursos presenciais e a distância de Graduação Tradicional, Tecnológica e Licenciatura nas áreas de Ciências Exatas, Biológicas e Humanas, cursos de Pós-Graduação lato sensu presenciais e a distância, cinco cursos de Mestrado e três cursos de Doutorado (Direito, Odontologia e Educação), avaliados com elevados conceitos de qualidade pelo MEC (Capes), além de cursos de extensão e educação corporativa. A Estácio mantém parceria com a Ecole hôtelière de Lausanne (Hotelaria suíça), a Alain Ducasse Formation (Gastronomia francesa) e a Universidade de Coimbra (Direito em Portugal). Um dos principais diferenciais da Estácio é a oferta de material didático gratuito aos alunos. São capítulos integrais das melhores obras para cada disciplina e curso, com o pagamento dos direitos autorais devidos. E em 2011, a Estácio inova mais uma vez levando para os alunos todo o conteúdo do material didático dentro de um tablet. O projeto piloto começa com 5,5 mil alunos de direito (Rio de Janeiro e do Espírito Santo) e Gastronomia (Rio de Janeiro e São Paulo).

Sobre a ANATED:

Embora o movimento para a criação da Anated - Associação Nacional dos Tutores da Educação à Distância – tenha começado em meados de 2006, a sua formalização ocorreu em dezembro de 2009. A proposta da entidade é defender, organizar, incentivar e difundir o trabalho do tutor nas comunidades científicas, acadêmicas e na sociedadeem si, para proporcionar uma melhora contínua na qualidade da educação. [alecio.cabral@maquina.inf.br]


Fonte: http://www.aedi.ufpa.br/index.php/noticias/246-seminario-na-estacio-sobre-ensino-a-distancia-reune-especialistas-do-brasil-e-da-europa.html

12 de out de 2011

Dia da Criança foi criado por decreto do presidente Artur Bernardes

 
fonte:http://3.bp.blogspot.com
 
 
O Dia da Criança foi criado oficialmente no Brasil por um decreto do presidente Artur Bernardes, em 1924. Mas só muito depois, na década de 1960, a idéia emplacou de verdade.

A fábrica Johnson & Johnson criou a Semana do Bebê Robusto e a Estrela, fábrica de brinquedos, resolveu aderir. Promoveram a Semana da Criança, em torno da data que já existia. Foi assim que o Dia da Criança passou a ser comemorado a 12 de outubro. As vendas aumentaram muito!

Hoje é costume comemorar o Dia da Criança com brincadeiras, passeios, presentinhos e muito carinho. Toda criança merece. Aliás, em 1959, a Organização das Nações Unidas (ONU) elaborou um documento registrando os direitos das crianças de todo o mundo. E estipulou o dia 20 de novembro como dia universal da criança.

Mas que direitos têm as crianças? Direito de brincar, de ter uma casa, de ter saúde, de se alimentar. Direito de ter uma família e receber amor. Direito de estudar. Direito de não sofrer nenhum abuso ou violência. Todas as crianças deveriam ter seus direitos respeitados!

Muitos países têm suas próprias datas para comemorar o Dia da Criança. Na Turquia é o dia 23 de abril, em Portugal é o dia 1º de junho e na Índia é o dia 15 de novembro.

E, no Japão, acontece uma coisa curiosa! Os meninos comemoram o dia do menino dia 5 de maio. As famílias que têm meninos penduram faixas coloridas em forma de carpas na janela. As carpas simbolizam a força e o sucesso. As meninas comemoram o dia da menina em 3 de março. É quando se realiza o Festival das Bonecas. As famílias costumam colocar cartazes com bonecas em casa.

Mas não importa o dia ou o lugar. Criança é criança do mesmo jeito. Viva o Dia da Criança!


 
*Heidi Strecker é filósofa e educadora.
 
 
Fonte: http://educacao.uol.com.br/datas-comemorativas/ult1688u28.jhtm

11 de out de 2011

Dia 12 é o aniversário do professor Paulo

Investimento público em educação ficará entre 7% e 10% do PIB

Agência Brasil

O investimento público em educação deverá ficar entre 7% e 10% do Produto Interno Bruto (PIB) nos próximos dez anos, disse hoje (10/10) o ministro da Educação, Fernando Haddad. A fatia do Orçamento destinada ao setor será definida no Plano Nacional de Educação válido até 2020, que tramita na Câmara dos Deputados. “Estou aguardando uma manifestação do Congresso [Nacional], que deve dar a última palavra nas próximas semanas. Não vai ser menos do que 7% e não vai ser maior do que 10%. E eu entendo que [com essa definição] o Brasil dará um grande passo”, declarou Haddad, ao participar, no Rio de Janeiro, de um seminário sobre os desafios da educação básica no país, promovido pela Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, da Fundação Getulio Vargas (FGV). O ministro destacou que, atualmente, o Brasil investe o percentual equivalente à media dos países que integram a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que reúne as nações mais industrializadas da economia de mercado, como a França, o Japão e a Alemanha. Ele defendeu, no entanto, que esses investimentos aumentem para reduzir a “dívida educacional” brasileira. “A média da OCDE é 5%, mas o PIB deles é maior que o nosso e a dívida educacional é menor que a nossa. Temos que fazer um esforço um pouquinho maior que a média mundial para honrar a dívida que acumulamos desde a proclamação da República”, acrescentou.

Correio Braziliense - Brasília DF  

6 de out de 2011

A importância do grau de instrução nas médias salariais

Pesquisa Salarial da Catho Online aponta importância do grau de instrução nas médias salariais

Diretores com MBA, em média, ganham mais do que os que possuem mestrado ou doutorado
Por meio da 33ª edição de sua Pesquisa Salarial e de Benefícios, a Catho Online, maior classificados online de currículos e empregos da América Latina, estudou o impacto do grau de instrução na média salarial de diferentes níveis hierárquicos nas empresas. A principal constatação do estudo é a de que, para cargos de diretoria, a média salarial de quem tem MBA é maior do que os que são doutores ou mestres, diferentemente do que ocorre com gerentes, coordenadores, supervisores ou profissionais com nível superior, conforme aponta tabela abaixo:

1






Analisando cada um dos níveis hierárquicos considerados, nota-se que o grau de escolaridade faz com que a diferença entre as médias salariais seja maior quanto mais baixa for a posição dentro da hierarquia. Profissionais com nível superior que tenham mestrado ou doutorado ganham 119,86% mais do que os que não são graduados enquanto diretores com MBA recebem 39,16% mais do que os não têm diploma universitário. No nível de gerência, essa diferença é de 53,49% e no de coordenação/supervisão, 84,55%. Em comum, colaboradores com pós-graduação ou especialização, formação superior e os que não têm diploma universitário são, respectivamente, terceiro, quarto e quinto colocados nas médias salariais dentro de seus respectivos níveis hierárquicos.

2

Distribuição de grau de instrução por nível hierárquico

O estudo também traça um perfil do nível de escolaridade de cada nível hierárquico. Quanto mais alto for o cargo na escala hierárquica, maior é a probabilidade de ele ser ocupado por um profissional que tenha continuado estudando após concluir sua graduação. Isso porque 76,5% dos diretores entrevistados têm ao menos especialização, seguidos por 65% dos gerentes, 44,2% de coordenadores ou supervisores e 36,7% dos profissionais com nível superior.

3

A pesquisa mostra como a escolaridade é relevante para o desenvolvimento de uma carreira bem-sucedida. A importância que isso tem para a valorização do funcionário se reflete tanto nas diferenças de médias salariais quanto em seu posicionamento hierárquico dentro da empresa. Basta ver que os chamados ‘cargos de confiança’ são preferencialmente ocupados por profissionais com alto nível de escolaridade, o que não acontece da mesma forma em posições mais baixas”, aponta Marco Antonio Soraggi, diretor da Pesquisa Salarial e de Benefícios da Catho Online


Fonte: Pesquisa Salarial da Catho Online aponta importância do grau de instrução nas médias salariais | Catho Blog – Novidades Institucionais da Catho Online

4 de out de 2011

Parabéns, professora Lidiane!

Hoje é o aniversário da professora Lidiane Soares. A família AUPEX comemora este dia especial com grande alegria. Parabéns e muitas felicidades, Lidiane! Receba nosso carinho e nossa homenagem.


2 de out de 2011

ENADE 2011




Para baixar as fotos, clique aqui.


Em mural exclusivo na área comum da AUPEX/UNIASSELVI a lista dos acadêmicos inscritos e obrigados à participação no Enade 2011.


Já está disponível na AUPEX/UNISSELVI, em mural especialmente preparado para o ENADE 2011, a Lista dos acadêmicos inscritos e obrigados à participação no Enade 2011.

Os cursos ofertados para o ENADE 2011 serão os seguintes: Artes Visuais, Ciências Biológicas, Geografia, História, Letras, Matemática, Pedagogia.

Lembramos que no AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem, em NIVELAMENTO você encontra cursos que estão disponíveis no Programa de Nivelamento do Núcleo de Educação a Distância - NEAD são totalmente on-line, gratuitos e opcionais.

Eles têm carga de 30h/aula que podem ser utilizadas como atividades complementares em seu curso superior. Ao clicar no curso desejado você automaticamente o inicia e terá um tempo de 90 dias para concluí-lo.

Recomendamos aos alunos participantes do ENADE 2011, que participem dos simulados e do curso de nivelamento, também das oficinas que serão ofertadas em sala de aula.

Todas as informações necessárias poderão ser obtidas através de seus professores, ou com o articulador Dienes da Cunha na secretaria da instituição.