20/10/2011

A importância da EAD na formação do professor e na Inclusão social

http://2.bp.blogspot.com
 
 
A sociedade contemporânea vem passando por mudanças em todas as dimensões de forma muito acelerada. Contudo, o conhecimento e o tempo têm se apresentado como commodities valiosas nas relações socioprodutivas. Assim, a formação pessoal e profissional passa a requerer capacitação e aperfeiçoamento contínuo. Nesse contexto, emergiu a educação a distância - EAD no seio da sociedade, recentemente, como modalidade que mais se adequou para atender as grandes demandas de formação inicial e continuada, capacitação dos profissionais de educação e inclusão social.
A EAD, uma modalidade de ensino e aprendizagem mediada por tecnologias, permite que o aluno e professor estejam geograficamente separados e fora de um ambiente formal de aprendizagem. Suas características básicas são: o encurtamento das distâncias e a minimização das barreiras geográficas e temporais entre o conhecimento e o aprendiz. Todavia, a EAD não substituirá a modalidade presencial, mas vem somar no processo de formação e capacitação dos profissionais de educação, contribuindo com isso para os mecanismos de reparação dos déficits de profissionais especializados das redes públicas de ensino (municipal, estadual e federal), resultantes de políticas educacionais equivocadas e das barreiras geográficas para a implantação de instituições de ensino superior.
É notório que a educação a distância tem um papel complementar relevante à modalidade presencial no que diz respeito à formação inicial e na capacitação dos profissionais, principalmente dos que atuam na educação básica pública, assim como na inclusão social. A elevação do nível de formação dos profissionais proporcionado pela educação a distância tem grandes repercussões na qualidade da educação. Isso porque contribui para uma melhor formação teórica dos professores e melhoria na prática docente, tornando a aprendizagem mais atraente e significativa. Com isso amplia também as possibilidades de uma melhor condução dos parâmetros de cidadania, de habilidades, competências e valores para convivência no mundo em constante processo de transformação e de diferenças sociais e culturais.
Diante do desenvolvimento e da importância que tem a EAD nos dias atuais, os agentes do fazer educação - professores e alunos - assumem novas e múltiplas funções. No caso do professor, deixa de ser protagonista dos processos de ensino e aprendizagem para se tornar um agente virtual, ou seja, invisível, mas com um papel de grande relevância para tutoriar, mediar, monitorar, formar, entre outras funções, da prática a qual ele (professor) desenvolve e sempre foi o centro das atenções em todo processo educacional.
Na modalidade a distância, o professor pode ser definido como um aliado importante do aluno no processo de aprendizagem quando dotado de competências e habilidades inerentes a esse tipo de modalidade (a distância) sustentada pela tríade: conhecimento teórico, conhecimento tecnológico e conhecimento pedagógico.
Já no caso do aluno, a educação a distância centraliza e direciona todo o processo educacional. Exige mudanças na postura pedagógica, autonomia para administrar sua auto-aprendizagem e responsabilidade na construção do seu próprio conhecimento.
Enfim, a EAD tem em sua essência características pedagógicas que possibilita a formação, capacitação e atualização de professores e profissionais em geral, e com isso inclui socialmente a parte do tecido social que está excluída do acesso à educação e à profissionalização, bem como, da condução plena de cidadania para construção de uma sociedade mais justa e eqüitativa.


Currículo
É professora de geografia da educação básica e estudante do Núcleo de Pós-Graduação em Geografia da UFS.
José Eloízio da Costa é professor adjunto e coordenador do Núcleo de Pós-Graduação em Geografia - NPGEO da UFS. 
 
 
Fonte:http://www.ufs.br/?pg=artigo&id=238

Nenhum comentário: