29 de mar de 2013

Mito ou verdade: Especialistas esclarecem 11 dúvidas sobre EAD


Fonte: http://universitiesnews.com


Pouca gente sabe, mas o EAD (ensino a distância) existe há mais de um século no Brasil. Aqui e no exterior, o método de aprendizado remoto ganhou fôlego a partir da propagação em massa da internet. Um dos resultados desse movimento foram os cursos de graduação, que hoje podem ser feitos de forma semipresencial. O método, porém, ainda gera dúvidas. O UOL ouviu especialistas, que esclarecem as dúvidas mais comuns que ainda rondam o ensino a distância superior. Além da consultora da Abed (Associação Brasileira de Educação a Distância) Arlete Guibert, foram entrevistados o coordenador de EAD da UnB (Universidade de Brasilia), Athail Pulino, a coordenadora adjunta da Universidade Aberta do Brasil da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), Rosely Zen Cerny, e o diretor executivo da FGV Online (Fundação Getúlio Vargas), Stavros Panagiotis Xanthopoylos.

1. O ensino a distância ameaça o emprego do professor

MITO: Este profissional é essencial para verificar o aprendizado a distância do aluno. O computador não vai substituí-lo. Na opinião de Pulino, o professor de EAD consegue até acompanhar melhor o desempenho dos alunos. Isso é feito por meio de atividades próprias dos cursos a distância, como fóruns de discussão, testes online e atividades extras, que são em quantidade maior que nos cursos presenciais.

2. A avaliação do EAD apresenta falhas porque algumas tarefas, como testes de múltipla escolha, são corrigidas automaticamente por um sistema, e não pelo professor

MITO: O EAD permite uma maior personalização no ensino que a educação presencial porque o aluno recebe orientação individualizada, diz Pulino. Ele acredita que o professor tradicional não tem condições para comentar uma prova e dar retorno de rendimento para cada um de seus alunos em apenas 50 minutos de aula. “Já no EAD, o aluno tem a supervisão do professor e de tutores. Além disso, os testes de múltipla escolha não são o único meio de avaliação. O tutor de EAD acompanha regularmente os avanços do aluno no curso, e interfere quando ele não faz exercícios, não participa de fóruns ou não dá retorno”, comenta Pulino.

3. Cursos idealizados e formatados somente com videoaulas são ruins

VERDADE: Apesar de exemplos bem-sucedidos de tutoriais e aulas em vídeos, como a Khan Academy para os alunos da educação básica, cursos mais complexos perdem qualidade se forem dados apenas com a exposição de vídeos e animações que explicam o conteúdo escolar. “O melhor formato é aquele baseado em ‘comunidades de aprendizagem’, com interação entre alunos e com professores”, diz Pulino.

4. Não dá para comparar curso a distância com curso presencial porque são duas metodologias de ensino completamente diferentes

VERDADE: “Podemos comparar a aprendizagem (domínio de uma competência, uma habilidade ou um conhecimento), mas não a forma pela qual ela foi adquirida, que pode ser presencial, a distância ou mista”, diz Xanthopoylos. “O que podemos afirmar é que a internet, e principalmente a chegada da Web 2.0 com as redes sociais, trouxe uma nova dimensão de comunicação que permitiu alavancar nossa vida pessoal e profissional e a formação escolar. Esse fenômeno é irreversível e tem revolucionado os processos pedagógicos, sem prejuízo nos resultados da aprendizagem quando comparados com os métodos tradicionais.”

5. O desempenho de um estudante de EAD pode ser falsificado porque existe a possibilidade dele colar nas provas ou colocar outra pessoa para fazer o seu trabalho

VERDADE EM PARTE: “Se o aluno fizer a avaliação pelo computador, sem controle ou acompanhamento, é óbvio que poderá falsificar um exame. Por isso que, em cursos certificados ou diplomados no EAD, as provas são realizadas em polos de forma presencial e com monitoramento e controle, como exige o MEC (Ministério da Educação)”, lembra Xanthopoylos. De acordo com ele, a cola só ocorrerá se o sistema de controle for falho, o que vale tanto para os cursos EAD quanto para os presenciais.

6. Alguns professores de cursos presenciais e o mercado de trabalho têm preconceito contra o EAD

VERDADE: “Hoje vale essa máxima. O preconceito parte da ignorância, da falta de conhecimento de como funciona o EAD. Não há outra explicação”, comenta Pulino. “Por sorte, há professores do método presencial que procuram ferramentas online para melhorar o ensino”, diz. A coordenadora adjunta da Universidade Aberta do Brasil da UFSC acrescenta: “Os professores que vêm trabalhar com ensino a distância acabam mudando a tática pedagógica que era adotada em sala de aula porque percebem que o mesmo material não funciona no EAD. O ensino a distância não tem lugar para improvisação, as atividades são pontuais.”

7. O ensino a distância é para quem interrompeu os estudos e não concluiu um curso superior

EM PARTE: “Hoje o grande lance do ensino a distância é a possibilidade dada à universidade pública e à privada de sair de sua esfera e atingir municípios distantes e menores que jamais terão uma instituição de ensino superior de qualidade. Ainda existe o preconceito contra a aprendizagem remota, mas isso está cedendo e a média de idade dos alunos, entre 30 e 40 anos, tende a baixar no futuro”, opina Cerny. 

8. O aluno de EAD pode ficar desmotivado a estudar por não ter professores em cima dele

MITO: “Em muitos casos, ter um professor em cima da gente é pior. A motivação do aluno vem da integração com outros alunos. Eles podem estudar e tirar dúvidas sozinho ou em grupo. Além disso, há os polos presenciais da graduação a distância. É lá que o aluno presta contas se estudou ou não aos tutores, que são formados na área de conhecimento do curso e que esclarecem e checam os pontos da matéria que os alunos não assimilaram”, explica Cerny.

9. Há muita distração para quem estuda em um computador

MITO: Um bom curso de EAD é estruturado com estratégias e atividades que prendem a atenção do estudante, e não o contrário, comenta Cerny. “É claro que um desvio, como para as redes sociais, pode ocorrer com muita facilidade. Mas se o aluno não cumprir o que é exigido, o tutor intervém. Se o aluno não faz uma atividade, o tutor entra em contato. Há muitas técnicas de ensino para manter a atenção dos alunos nos estudos”, diz Cerny.

10. O ensino a distância é para alunos que não têm tempo e querem tirar um diploma sem muito trabalho

MITO: “O ensino a distância proposto por instituições de ensino competentes pode requerer muito mais trabalho do que em uma sala de aula presencial. Para que você assimile o conhecimento, tem de se programar, ter disciplina, assumir o compromisso de estudar com autonomia, gerenciando seus horários. Para aqueles que entram em um curso qualificado, saibam que terão de trabalhar bastante para obter o diploma”, fala Guibert.

11. Preciso de um computador muito bom para acompanhar um curso de EAD

MITO: O nível de conhecimento em informática é básico, e o computador precisa ter configurações mínimas com um navegador de internet, pacote Office ou similar (BrOffice), programas para abrir arquivos em PDF e rodar vídeos, além de uma conexão de internet a partir de 500kbps para assistir a videoaulas sem pausas e interrupções. Todos os computadores mais recentes vêm com essas funções, mas, caso haja dúvidas, a instituição de ensino dá orientações ao aluno.


Cláudia Emi Izumi Do UOL, em São Paulo

Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br/educacao/2013/03/20/especialistas-esclarecem-11-mitos-que-rondam-o-ensino-a-distancia.jhtm

Feliz Páscoa


26 de mar de 2013

Palestra sobre Ética e Moral na profissão






Os acadêmicos de Processos Gerenciais participaram da palestra Ética e moral na profissão.
Turmas: EMD 0178 e GFI 0018
Disciplinas: Gestão de Custos, Marketing de Vendas, Comércio Exterior e Recursos Humanos
Professora: Profº Ivone Rech Crispim

Ética, segundo Motta (1984) definiu como um “conjunto de valores que orientam o comportamento do homem em relação aos outros homens na sociedade em que vive, garantindo, igualmente, o bem-estar social”, ou seja, Ética é a forma que o homem deve se comportar no seu meio social.
A Moral sempre existiu, pois todo ser humano possui a consciência Moral que o leva a distinguir o bem do mal no contexto em que vive. Surgindo realmente quando o homem passou a fazer parte de agrupamentos, isto é, surgiu nas sociedades primitivas, nas primeiras tribos. A Ética teria surgido com Sócrates, pois se exigi maior grau de cultura. Ela investiga e explica as normas morais, pois leva o homem a agir não só por tradição, educação ou hábito, mas principalmente por convicção e inteligência. Vásquez (1998) aponta que a Ética é teórica e reflexiva, enquanto a Moral é eminentemente prática. Uma completa a outra, havendo um inter-relacionamento entre ambas, pois na ação humana, o conhecer e o agir são indissociáveis.
Ética e Moral são os maiores valores do homem livre. Ambos significam "respeitar e venerar a vida". O homem, com seu livre arbítrio, vão formando seu meio ambiente ou o destruindo, ou ele apóia a natureza e suas criaturas ou ele subjuga tudo que pode dominar, e assim ele mesmo se torna no bem ou no mal deste planeta. Deste modo, Ética e a Moral se formam numa mesma realidade.
A importância dos objetivos pedagógicos é a relação da aprendizagem com a prática, estas relacionadas em atividades participantes dos acadêmicos que propiciam suporte, técnica, aprendizado, aproximação da realidade e a importância da ética na sua profissão.

Seminário de Gestão Comercial




No dia 12 de março, as turmas de Gestão Comercial GCO0040 e GCO0036 participaram de um seminário envolvendo as disciplinas de Marketing de Vendas e Empreendedorismo para a realização de troca de experiências dentro do ambiente acadêmico.
Esta ação deu-se em sala de aula com a presença aproximada de 60 acadêmicos das duas turmas. A realização da ação promoveu um intercâmbio entre as turmas, aproximando-os e aprofundando conhecimento no ambiente acadêmico.

Professor tutor: Martin May



25 de mar de 2013

Educação a distância, abrindo caminhos pelo mundo

Fonte: http://www.skctechprep.org


Como todos sabemos, a Educação a Distância vem ganhando cada vez mais força mundialmente e se expande a uma velocidade muito grande graças a internet e aos dispositivos móveis.
Uma das vantagens da EAD é que você pode formar-se em grandes universidades do mundo, não importa o lugar que você esteja! Também, é uma das principais plataformas para se pensar na educação no mundo digital, a qual propaga o conhecimento e ajuda milhões de pessoas a crescer.
A seguir, confira a reportagem sobre Educação a Distância, que trata desde o seu surgimento até os dias atuais. Confira ainda o depoimento do professor da Maryland, universidade localizada na cidade de College Park no estado de Maryland, que usa ferramenta Blackboard.
Confira a reportagem clicando aqui.


Fonte: http://blackboard.grupoa.com.br/educacao-a-distancia-abrindo-caminhos-pelo-mundo/

Aupex marcando presença na 4ª Meia Maratona de Florianópolis

















No último domingo, 24/03, foi realizada a 4ª Meia Maratona Internacional de Florianópolis. Um evento de alto nível que contou com a participação do projeto Aupex Runners, representado pelo atleta Gilialdo Koball, atual campeão da Meia Maratona de Joinville.
Gilialdo e Justino Barbosa, consultor técnico do projeto, tinham como objetivo melhorar o tempo na prova de 21km, buscando completar o percurso em menos de 1h10min. A meta foi alcançada, e o atleta conseguiu finalizar o percurso em 1h07min28s, ficando na 12ª posição e garantindo o posto de 2º melhor catarinense da prova.
Outra conquista foi fato de Gilialdo ter disputado a prova no pelotão de elite, ao lado de atletas kenianos e de brasileiros, que representaram equipes de alto nível do atletismo nacional.
Esta é a segunda participação do Aupex Runners em competições, além de atletas profissionais a comunidade acadêmica da Aupex também será agraciada com esta atividade. Que tal fazer parte da nossa equipe? Em breve divulgaremos maiores informações sobre como acadêmicos e colaboradores poderão fazer parte deste e outros projetos previstos no Programa Aupex Responsabilidade Social: Esporte e Qualidade de Vida.

Palestra sobre Direito Constitucional para as turmas de Administração




No dia 20 de março, as turmas de Administração, ADG 0180 e ADG 182, do professor Marco Bottene, assistiram à palestra sobre Direito Constitucional com o Dr. Adriano da Silva Lima, advogado de Brasília - DF, consultor da Organização dos Estado Ibero Americanos, OEA,  lotado no INEP em Brasília.
Também prestigiaram o evento as turmas ADG 0182, EMD 0167, GFI 0012  com significativa presença e participação na Palestra.

Segundo o professor tutor, Marco Botteno, "palestra foi de grande contribuição para a formações profissional de todos, num clima descontraído, o que permitiu uma rápida interação dos acadêmicos com o palestrante, tirando dúvidas e vivenciando situações reais do atual cenário jurídico brasileiro, onde todos nós, de alguma forma, somos atores."


23 de mar de 2013

Palestra: Como administrar suas finanças.








Palestra com o professor André Venâncio para as turmas de Segurança no Trabalho, SEG 0163,SEG 0100 e SEG 0133, no dia 18 de março. O tema da palestra foi Como administrar suas finaças.
André Venâncio é Graduado em Administração de Empresas/UFSC, Pós-Graduado em Marketing/FGV e professor de diversos cursos sobre investimentos e planejamento financeiro.

Professor Tutor: Professor Fernando  César Vilain
Curso: Seguraça no trabalho

22 de mar de 2013

Feriado de Páscoa



Informamos que nos dias 29 e 30 de março, sexta e sábado, o Polo AUPEX estará de recesso em virtude dos feriados de Sexta-Feira Santa e Páscoa.

Aupex Itajaí oferece Curso Preparatório para o concurso do Banco do Brasil



Se você se inscreveu ou ainda vai se inscrever para o concurso do Banco do Brasil, corra para fazer a matrícula no Curso Preparatório da Aupex, em Itajaí. A Aupex reuniu os melhores e mais experientes professores de cursinhos de Santa Catarina para que o candidato tenha chances reais de aprovação.
As turmas de preparação do turno noturno vão ter as aulas ministradas de segundas a sextas-feiras, iniciando no dia 8 de abril (segunda-feira). Já as turmas de sábado e domingo iniciam em 6 de abril (sábado). O cursinho para a Turma Noturno se estenderá até o dia 17 de maio, enquanto a Turma Sábado e Domingo encerra o ciclo de estudos dos módulos no dia 18 de maio. Ambos os cursos tem carga horária de 96 horas.

 O curso de preparação da Aupex vai abordar o estudo de todo o conteúdo disponível no edital do concurso do Banco do Brasil. O concurso é voltado para cargos de escriturário, de nível Médio. O salário inicial oferecido é de $ 1.892,00 mais benefícios em uma jornada de trabalho de 30 horas mensais.

Os alunos terão um intensivo nas matérias de conhecimento básico: Português, Raciocínio Lógico e Matemática, e também nos módulos de Conhecimentos Específicos que abrangem o estudo em Cultura Organizacional, Atendimento (focado em vendas), Técnica de Vendas, Conhecimento Bancários, Domínio Produtivo da Informática e, ainda, a Redação.

Com mais de quinze anos de experiência na área de preparação para concursos, Carlos Barcellos é um dos integrantes da equipe de professores do Curso Preparatório da Aupex para o concurso do Banco do Brasil. Formado em Ciências da Administração e pós-graduado em Controladoria, o professor é umas das referências catarinenses na área de Conhecimentos Bancários.
 
Carlos tem o mérito de ter sido o professor de vários alunos que foram aprovados em concursos. “Tive a felicidade de ver que muitas das pessoas para quem lecionei em cursinhos, passaram em primeiro lugar em concursos como o do Banco do Brasil, da Caixa Econômica e do Banrisul”, ressalta.

A prova do concurso do Banco do Brasil acontecerá em várias cidades do Estado no dia 26 de maio, no turno matutino. As inscrições para a prova devem ser feitas entre 14 de março a 12 de abril de 2013.  Itajaí será uma das cidades onde a prova será aplicada. Por isso, a Aupex está oferecendo o curso preparatório no município para que os concursandos de Itajaí região aumentem as suas chances de aprovação. 

Venha se inscrever em nosso Curso Preparatório. Ligue e se matricule pelo fone: (47) 3421-5077 ou em nosso endereço: Rua Alberto Werner, 668, Vila Operária, Itajaí/SC.

Mais informações do concurso acesse o site da Fundação Carlos Chagas:

A utilização dos filmes nas Atividades Acadêmicas





Nas aulas destinadas à Atividade Acadêmica, nós docentes podemos, aproveitar para estabelecer uma relação positiva da mídia que toma tanto espaço nos dias atuais, transformando em um espaço educativo buscando, através dos meios de comunicação, novas dinâmicas que possibilitem formar cidadãos capazes de entender, discutir e agir nesse mundo imerso na mídia.
Surge então a possiblidade de trabalharmos com os filmes, trazendo o cinema para a sala de aula que é um recurso didático facilitador da aprendizagem, fazendo com que o aluno encontre uma nova maneira de pensar e entender a história, uma opção que considero interessante e motivadora.
A utilização do filme como mensagens que traduzem valores ideológicos, culturais e sociais de uma sociedade e de uma determinada época, podem ser um instrumento para estimular a comunidade acadêmica ao conhecimento da cultura, da consciência crítica e reflexiva.

As turmas de Pedagogia assistiram ao filme Maria Montessori que é aconselhado a todas as pedagogas e pedagogos. Montessori, a primeira médica italiana, dedicou-se à educação de crianças deficientes num hospital psiquiátrico em Roma. Após a sua graduação em medicina, fica grávida de um jovem professor, com quem trabalhava no hospital. Apesar de ajudar na educação de muitas crianças, Maria Montessori vive o drama de não poder educar o seu próprio filho. Para além disso, luta para que seu método de ensino seja aceito pelo sistema escolar italiano. Enfim, a história de uma mulher à frente do seu tempo.

Professora Lidiane Soares


"O aproveitamento dos encontros presenciais na educação a distância dependem muito da competência do professor. Um encontro que me marcou muito e ficou com gostinho de quero mais, foi o filme que a professora Lidiane Soares nos levou para assistir sobre a vida de Maria Montessori, personagem fundamental na pedagogia humanizada."

Depoimento da aluna Claudia E. O. Rizzatti sobre a atividade acadêmica

Artigo sobre os Desafios dos Gestores Educacionais Brasileiros do Ensino Superior



Marco Antonio Vedovelli Bottene#
Prof°. Fernando Infestas Mesina#
UNIVERSIDAD DEL MAR
Sistemas de Asseguramento da Qualidade 4ª Gestão


OS NOVOS DESAFIOS DOS GESTORES EDUCACIONAIS BRASILEIROS DO ENSINO SUPERIOR DENTRO DA ÓTICA DA QUALIDADE TOTAL
RESUMO


O presente artigo tem por objeto demonstrar os novos desafios e tarefas que os gestores educacionais brasileiros do ensino superior em serviço têm na proposta elaborada, em sua gênese, por Willian Edwards Deming, de acordo com a metodologia da Qualidade Total adaptada para a Educação. As variações conceituadas da Qualidade Total originam-se de fontes pesquisadas em Universidades e estão associadas com outros fatores predominantes no sistema neoliberal tais como: a abertura da economia e a participação, cada vez mais presente, do setor privado na educação brasileira.

Palavras-Chave: Qualidade. Educação. Economia.
Leia o texto completo aqui


Marco Antonio Vedovelli Bottene é professor da AUPEX no curso de Administração

Palestra para as turmas de Seguraça do Trabalho






No dia 14 de março, foi  ministrada para os alunos de Segurança no Trabalho, SEG 0163, 0100 e 0133 a  palestra intitulada Fortuna: comece já a sua. 
O palestrante convidado foi o professor Douglas Warmeling, graduado em Engenharia de Produção/UDESC, possui certificação para Especialista em Investimentos/ANBIMA, certificação CPA-20 para atendimento de Investidores Qualificados. Professor de cursos da XP Investimentos sobre investimentos e planejamento financeiro e derivados.

Professor Tutor: Professor Fernando  César Vilain
Curso: Seguraça no trabalho


Espetáculo Celas da Cia Vai!



Espetáculo (C)elas passa por 14 cidades de SC (Foto: Sesc/Divulgação)
(Foto: Sesc/Divulgação)

Com narrativas de mulheres carcerárias e egressas do sistema carcerário de Joinville, a peça investiga o que as levou a transgredir código penal. De acordo com o Sesc, “(C)elas” busca a intimidade e a interação com o público ao discutir as peculiaridades do gênero feminino nos diferentes estágios da vida, desde o aprisionamento social e pessoal à libertação dos seus lugares comuns.
A turnê começou por Florianópolis, com apresentações nos dias 13 e 14 de março, às 20h, no Espaço 2 do Bloco de Artes Cênicas da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Após, o espetáculo segue para Tijucas, Brusque, Gaspar, Blumenau, Balneário Camboriú, Itajaí, Barra Velha, Jaraguá do Sul, Joinville, Itapoá, São Bento do Sul e Canoinhas (28/03).

Uma atriz. Corpo e voz em evidência. Luz, projeções  e música. Espaço de comunhão. Proximidade entre palco e platéia. Muitas mulheres habitam este espaço de prisões imaginárias ou espaciais. Meu corpo é meu espaço maior...


Dia 23 de Março - sábado às 19h no Sesc
Censura 18 anos - Gratuito

Vagas em destaque



Auxiliar de produção(m/f)
Auxiliar de expedição (m/f)
Almoxarife (m/f)
Motorista (m/f)
Recepcionista (m/f)
Comprador (m/f)
Auxiliar técnico em suporte (m/f)
Assistente financeiro (m/f)
Analista de departamento pessoal (m/f)
Funileiro (m/f)
Auxiliar de funileiro (m/f)
Empregado doméstico (m/f)
Camareira (m/f)
Auxiliar de cozinha (m/f)


Administrativo:

Auxiliar financeiro (m/f)
Estágio em logistica (m/f)
Estágio em administração (m/f)
Estágio em sistemas de informações (m/f)

Operacional:

Operador de moto serra(m/f)
Torneiro de produção (m/f)
Pedreiro (m/f)
Encanador (m/f)
Pintor (m/f)
Eletricista (m/f)
Operador de caixa (m/f)
Frentista (m/f)
Operador de serra (m/f)
Assistente de caixa (m/f)
Soldador (m/f)
Auxiliar de soldador (m/f)

Interessados enviar curriculo para:curriculo@contar.com.br
Dúvidas e maiores informações pelo fone: 3145-3031

20 de mar de 2013

Aluna de Serviço Social elabora cartilha sobre Saúde Mental



Clique sobre a cartilha para ampliar


A acadêmica de Serviço Social da AUPEX, Alessandra Sartori da Silva, elaborou uma cartilha sobre Saúde Mental como resultado de seu estágio, realizado no ano passado, no Centro de Atenção Psicossocial Folha de Lírio - CAPS III, que trata de pessoas com transtornos mentais graves e persistentes. A cartilha será utilizada pelo CAPS como material de referência.

"O Centro de Atenção Psicossocial é um dispositivo de assistência em Saúde Mental, substitutivo a internação psiquiátrica. Funciona 24h diariamente, dispondo de 05 camas para hospitalidade noturna e de final de semana. Atende à população da Região Norte da cidade com transtornos mentais severos e persistentes. É referência para as Regionais de Saúde: Aventureiro, Comasa, Costa e Silva, Pirabeiraba e Vila Nova. Trabalha com mini-equipes de referência: Azaléia, Girassol, Orquídea e Tulipa. Conta com uma equipe composta por: Agentes de saúde pública, auxiliares administrativos, assistentes sociais, enfermeiras, técnicos de enfermagem, psicólogas, terapeutas ocupacionais, farmacêutica e psiquiátra. Oferece ainda, campo de estágio para as escolas de ensino técnico e superior de formação em saúde da cidade. Para atender o projeto terapêutico singular do usuário, o CAPS desenvolve atividades diversas, tais como: grupos e oficinas terapêuticas, atendimento individual, eventos sócio- culturais e atividades que estimulam a convivência."

Alessandra está na última fase do curso de Serviço Social e se forma em maio deste ano. Sua tutora é a professora Jaciane Geraldo dos Santos.

A AUPEX parabeniza a aluna e a mestra pelo excelente trabalho realizado!

Palestra para as turmas de Serviço Social






No dia sete de março de 2013, a Assistente Social Rosemeri Laatsch (CRESS/SC 12ª Região nº 1753), proferiu Palestra sobre “A Atuação do Serviço Social na Administração do Porto de São Francisco do Sul” para turmas de Serviço Social.

Professora tutora: Jaciane Geraldo dos Santos Assistente Social – CRESS 4261 - 12ª Região - SC

Leia aqui os relatos dos alunos.

19 de mar de 2013

Agenda cultural


Foto: Divulgação
 Imagem: Divulgação

Terça - Dia 19 de março, às 17h30 – Teatro do SESC (Rua Itaiópolis, 470 – América) – Projeto Baú de Histórias - “Nem Te Conto – Uma história que vira e mexe e acontece” 
“Nem Te Conto – Uma história que vira e mexe e acontece”, da Cia. ContaCausos, de Chapecó (SC) circula o estado no projeto Baú de Histórias do Sesc neste mês. Trata-se de uma adaptação de contos populares da tradição oral brasileira, que envolvem personagens distintos, como uma moça “dançadeira” e a figura do “diabo louro”.  O espetáculo une diferentes versões de uma mesma história, mesclando elementos de superstição popular e do folclore regional e nacional, com o objetivo de reconhecer e valorizar essas expressões como manifestações do patrimônio imaterial, assegurando a sua continuidade.
O Baú de Histórias é um projeto que propõe a circulação de espetáculos de contação de histórias pelas unidades do Sesc em Santa Catarina e cidades parceiras, fomentando a arte narrativa em todo o estado. A escolha desses espetáculos é pautada pela qualidade da encenação e fundamentalmente pela relevância literária da proposta. O projeto busca incentivar o hábito de leitura, ao despertar o público para a imaginação e o envolvimento no enredo encenado.
Ingressos gratuitos e limitados 1h antes da apresentação, na bilheteria do teatro

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Quarta - 20 de março, às 22h – Ambrosia Bar e Restaurante (Rua Tijucas, 386 – Centro) – Samba-Rock-Funk-Groove
Um quarteto formado pelos grandes músicos Gabriel Vieira, Vagner Magalhães, Fabio Oliveira e Luciano Caetano, o Samba.Rock.Funk.Groove dá uma roupagem dançante a clássicos da música popular brasileira. É rock com samba. É funk com groove. É uma vibe dançante e alegre com as melhores canções do imaginário popular. 
Quanto: Couvert de R$ 10,00, que é repassado integralmente aos músicos
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Quinta - Dia 21 de Março, às 21h - Livertrio no D.O.C. Cucina & Co (Rua Visconde de Taunay, 146 Centro)
Em uma noite sofisticada, atendimento de ponta, gastronomia de altíssima qualidade, o Livertrio embala os clientes da D.O.C. com standard´s do Jazz e Música Brasileira. Confira no www.facebook.com/livertrio. ou no www.youtube.com/livertrioOfficial
Quanto: Informações e reservas pelo telefone 3025-3822


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Quinta - Dia 21 de Março, às 20h30 - Teatro da AJOTE (Cidadela Antarctica - Rua XV de Novembro, 1383 – América) – Verão Teatral: Teatro Playback, com a Dionisos Teatro
O teatro playback (ou playback theatre, como é conhecido mundialmente) é uma forma teatral em que os atores da Dionisos, com a mediação de uma condutora, encenam / improvisam histórias contadas por pessoas da plateia. Este formato foi idealizado e desenvolvido por Jonathan Fox, em 1975, nos Estados Unidos. Atualmente, o teatro playback é praticado em mais de 30 países.
A partir do projeto de mestrado da atriz Clarice Steil Siewert, a Dionisos Teatro começou a praticar o Teatro Playback com o intuito de levá-lo para os mais diversos espaços. Com atores e músicos experientes, a Dionisos Teatro oferece um novo trabalho que prima pela qualidade artística e pelo encontro com o público.
Numa apresentação de teatro playback, as pessoas são convidadas a contribuir mais ativamente com a experiência teatral, contando suas histórias, escolhendo os atores para representar os personagens e assistindo essa história ser recontada de forma artística. É criado então um espaço íntimo, onde as pessoas podem rir e chorar, compartilhando suas histórias, criando um diálogo através da arte.
O teatro playback se constitui numa prática que pode abranger experiências artísticas, de socialização e de pertencimento, porque carrega em seu bojo a idéia de arte como necessidade humana de encontro e comunhão. Devido a sua grande versatilidade, o teatro playback pode ser feito em espaços simples, trabalhando com temas específicos ou apenas proporcionando um momento de diálogo e experiência estética. Mais informações: 47 3432 6654 - 9604 6691 - dionisosteatro@netvision.com.br
Ingressos: R$ 20,00 - R$ 10,00 (meia)
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Quinta e Sexta - Dias 21 e 22 de Março, às 20 horas – Teatro do SESC (Rua Itaiópolis, 470 – América) - Show de lançamento do Songbook “Crioula”, de Ana Paula da Silva 
Nesta quinta-feira, às 20 horas, com replay na sexta, no Teatro do SESC, com entrada gratuita, a cantora e compositora Ana Paula da Silva faz um show para marcar o lançamento do Songbook “Crioula”, uma espécie de presente da pianista Marisa Toledo, concretizado via SIMDEC – Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura. Um songbook é um livro impresso com tablaturas e/ou partituras instrumentais de uma ou mais bandas ou músicos, possuindo um conteúdo oficial. E “Crioula” traz a produção de Ana Paula da Silva desde o ano de 2000, quando a cantora começou a trabalhar com música autoral. E quem for Assistir o show no dia 21, ainda terá a oportunidade de participar da conversa aberta sobre produção musical com Ana Paula da Silva.
Marisa Toledo, pianista, professora e amiga de Ana Paula da Silva, idealizou e realizou junto de alguns supervisores musicais o primeiro Songbook com as composições de Ana Paula, compostas desde 2000.  Além de composições que fizeram parte de CD´s editados dos cinco que Ana Paula lançou até agora ou mesmo algumas inéditas, o livro conta com canções e composições instrumentais. A obra tem ainda críticas, depoimentos de músicos-amigos, fotos, biografia e discografia completa. Participaram do projeto, além do programador gráfico Robson Eduardo de Oliveira, os músicos Cláudio Moraes, Marcos Archetti e Jacson Araujo. 
Segundo Marisa, o livro traz o registro de uma parte da trajetória musical da Ana pra que alunos de música, outros músicos, estudiosos, amigos, amantes da música - e quem mais quiser! -, possam ler e tocar. “Fico feliz em deixar grafada a obra de uma das cantoras mais talentosas e autênticas que já conheci, além de poder incentivar a produção musical local, da cidade que chamo de minha. Agora é esperar pra ver o pessoal tocando por aí”, diz Marisa Toledo.
A entrada é gratuita, com retirada de ingressos a partir de uma hora antes do show!
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Sexta - Dia 22 de março, às 21h – Centreventos Cau Hansen - Mapeando Futuros – Apresentação de projeção mapeada (vídeo mapping)
Em parceria com artistas locais, Tucunaré Desenvolvimento Cultural e a Escola de Música Yellow (Curitiba/PR), serão apresentados workshops relacionados ao cenário Audio Visual.  Ações de desenvolvimento em grupo serão realizadas e voltadas para a economia criativa, bem como para suas novas linguagens. O desenvolvimento dos artistas locais e o acesso a educação no meio abordado também serão focos do projeto. As interferências são realizadas usando técnicas de Video Mapping em Grafites localizados nas paredes externas do Centreventos Cau Hansen. Workshops e performances musicais também serão apresentadas. O lugar tem cara de vernissage. Ensine e exponha.
Entrada Gratuita

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Sexta - Dia 22 de Março, às 19h30 - Univille Universidade (Rua Paulo Malschitzki, nº 10 - Campus Universitário - Zona Industrial) – Lançamento do livro "As Crônicas de Nova Esperança", de José Vitor Lemos de Oliveira
Lançamento do Volume 1 da obra de ficção do autor joinvilense José Vitor Lemos de Oliveira, "As Crônicas de Nova Esperança - Causas, desenvolvimento e desfecho de uma guerra bicentenária", pela Editora Multifoco do Rio de Janeiro. Preço do exemplar: R$ 39,90
"As Crônicas de Nova Esperança” é o relato de uma longa guerra travada em uma época em que a raça humana se encontra dividida em duas nações inimigas dotadas de sistemas políticos diametralmente opostos, estando estas imbuídas de um ódio mútuo que impossibilita qualquer tentativa de reconciliação. Todos os esforços econômicos de ambos os beligerantes estão voltados para o estado de guerra, sendo a principal função de suas desafortunadas populações o fornecimento de soldados e mão de obra barata para, respectivamente, os horrendos campos de batalha e a fundamental indústria bélica.
Após uma breve e imprescindível introdução que esclarece como a humanidade chegou a tal situação, o relato se volta para a vida de William Oliveira, um jovem de dezessete anos proveniente das classes baixas de Nova Esperança e dotado de uma descomunal capacidade intelectual. Pouco antes de seguir para a linha de combate, destino de todo jovem novaesperancista que completa dezoito anos, William descobrirá através de seus estudos algo que pode dar a vitória ao seu povo na guerra. A partir de então, aventuras, alegrias, infortúnios e revelações improváveis se sucederão na épica trajetória de nosso protagonista e de seus destemidos e fiéis companheiros.
Obra destinada a todos os apreciadores de literatura ficcional não-fantástica, “As Crônicas de Nova Esperança” porá o seu leitor em contato com personagens os mais diversos, com suas angustiantes crises existenciais, seus anseios por um futuro de paz e harmonia, suas comoventes histórias de vida e também com o improvável destino que lhes sobrevirá no final de toda esta empolgante aventura."
Entrada Gratuita 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Sexta - Dia 22 de Março, às 20h30 - Teatro da AJOTE (Cidadela Antarctica - Rua XV de Novembro, 1383 – América) – Verão Teatral: Espetáculo “Amor por Anexins”, com a Dionisos Teatro 
O personagem Isaías, um velho de aparências não muito interessantes, tenta conquistar uma bela e interesseira viúva. Tudo seria normal se não fosse o vício de Isaías de falar quase que o tempo inteiro através de anexins, ou seja, ditados populares.
Ficha Técnica:
Autor: Arthur Azevedo / Direção: Silvestre Ferreira / Elenco: Clarice Steil Siewert, Eduardo Campos, Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira / Músicos: Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira / Trilha Sonora: Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira / Trilha Sonora (Primeira Etapa): Guilhermo Santiago / Letras: Arthur Azevedo / Figurinos: Lucas David / Maquiagem: O grupo / Cenografia: O grupo / Cenotécnica: Marcelo de Mello / Material Gráfico: Ismael Ramos Jr /Indicação: 12 anos / Duração: 50 minutos.
Quanto: Ingressos R$ 20,00 (meia, R$ 10,00)

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Sexta – Dia 22 de Março, às 22h - Teatro da Liga (Rua Jaguaruna, 100 -  Centro) - Show “Rua dos Amores, com Djavan
Depois do inesquecível show feito no ginásio do SESC, há quae 20 anos, o cantor e compositor Djavan volta a Joinville paraa apresentar o seu novo disco, “Rua dos Amores”. Depois de quatro anos afastado para um “descanso”, ele volta à cena com esse novo trabalho. Passeando pelos ritmos e sonoridades brasileiras como quem atravessa a rua onde nasceu, cresceu e se criou, o autor assina letras e melodias das 13 novas canções, fez todos os arranjos e é o produtor do CD.  “Rua dos amores” é um disco de canções de amor. E canções as mais diversas possíveis, na forma e no conteúdo. Ouvi-las é passear por essa diversidade, sem perda de um estilo único jamais. As portas do teatro abrem às 20h30min. Informações  pelo fone 47 3028-4048. 
Ingressos antecipados na Jurerê Beach & Fitnesss (Rua Lages, 480 – Loja 7) e pelo www.ticketcenter.com.br

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Sábado, 23 de março, às 20h30 - Teatro da AJOTE (Cidadela Antarctica - Rua XV de Novembro, 1383 – América) – Verão Teatral: Espetáculo “O tipo brasileiro”, com a Cia Atos de Teatro 
Peça que compõe o musical “À Brasileira”, texto de França Jr que  satiriza o comportamento e o costume do “tipo brasileiro” com seu famoso "jeitinho", ao resolver seus problemas e valorizando sempre o que vem do estrangeiro. Comédia inteligente para todas as idades, montada no formato teatro de revista, com intervenções coreografadas que envolve o público no espetáculo.
Ficha técnica: 
Direção: Rubens Lima Jr. / Assistência:Eliane Ramin / Cenografia / Figurino / Músicas: Augusto Pessoa / Trilha Sonora: Jacson Araujo / Elenco: Larissa Ramiro, Eduardo Vieira, Eliane Ramin, João Felipe Mucciolo, Ione Macedo, Fernando Fossile
Quanto: Ingressos R$ 20,00 (meia, R$ 10,00)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Domingo e Segunda, Dias 24 e 25 de Março - 20h – Teatro da AJOTE (Cidadela Antarctica - Rua XV de Novembro, 1383 – América) – Verão Teatral: Espetáculo “(C)Elas”, com a Cia Vai (EmCenaCatarina)
Uma atriz. Corpo e voz em evidência. Luz, projeções e música. Espaço de comunhão. Proximidade entre palco e plateia. Muitas mulheres habitam este espaço de prisões imaginárias ou espaciais. Meu corpo é meu espaço-maior. Tantas vezes eu falei pro pai dele: olha, ele está chorando, faça alguma coisa! E nada. Não fizemos nada. Ainda. As mulheres de ©elas habitam uma atriz e muitas espectadoras, e se convidam a alçar voo em vidas reais e imaginadas das mulheres que somos. Porque às vezes, é preciso morrer para nascer de novo. Matar a antiga mulher que me habitou é meu dever. Não quero ser outra. Só quero ser.
©elas partiu de narrativas de mulheres carcerárias e egressas do sistema carcerário Joinville-SC da historiadora Camila Diane Silva, a pesquisa realizada no ano de 2009 nasce para investigar impulsos, sensações, motivações e forças motrizes que levaram essas mulheres a transgredir o código penal e assim, transpor para a linguagem das artes. As relações de gênero e construções culturais a respeito da figura feminina são temas da montagem, que traz uma construção cênica poética e não-linear, calcada na performatização da atuação e nas relações polifônicas e dialógicas dos signos do espetáculo. ©elas pretende oferecer ao espectador várias perspectivas da mulher em diferentes instâncias da vida, do aprisionamento social e pessoal à libertação de seus lugares-comuns, em um espaço de intimidade e interação com o público. Nesta peça, optamos pelas histórias que não aconteceram: outras possibilidades a partir dos mesmos impulsos femininos, das criaturas e das criadoras que somos. Optamos pelo sonho em cena, o quê não foi e o quê poderia vir a ser (e desejamos).
Quanto: Ingressos R$ 20,00 (meia, R$ 10,00)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Março, das 8 às 17h – Hall da Prefeitura Municipal de Joinville – Exposição Projeto Itinerante
A sede da Prefeitura de Joinville recebe a artir de segunda, dia 11 de março, a exposição integrante do projeto Itinerarte. A mostra faz homenagem ao Dia Internacional da Mulher e reúne 20 obras em grafite, giz pastel e pintura em acrílico e outras quatro em cerâmica. As peças selecionadas são de alunos e professores da Escola de Artes Fritz Alt, da Casa da Cultura. A curadoria é da professora Asta dos Reis. A exposição segue aberta para visitação no hall do primeiro andar da Prefeitura Municipal até o dia 8 de abril, das 8 às 17h, com entrada gratuita.
Entrada Gratuita 



Fonte: http://www.portaljoinville.com.br/v4/blogs/serginho/25352

Dicas para uma formação integral






Graças à capacidade de mudança que a educação universitária atravessa hoje em dia, a pós-graduação está em um processo de reestruturação para ser mais útil e eficaz no processo profissional dos recém-formados.

diploma profissional é muito importante para se destacar no mercado de trabalho, mas não se trata do único símbolo acadêmico existente, pois também há programas de especialização. Na maior parte dos casos, a exigência e a dedicação dos cursos de graduação têm um nível diferente de preparação porque são cursos que oferecem uma formação direcionada para a área escolhida. Dessa forma, os alunos obtêm os conhecimentos necessários para desenvolver competências em um mercado competitivo, seja através da experiência de outros alunos ou pela proximidade de diversas realidades do mundo corporativo.
Dados do site global Educaedu mostram que a formação superior oferece possibilidades que estimulam a aprendizagem exponencialmente e de forma permanente. É por essa razão que programas de Especialização e de Mestrado estão passando por um processo de renovação para facilitar a entrada dos estudantes no mercado de trabalho. Além disso, eles se adaptam melhor às mudanças da demanda do mercado, o que incentiva o empreendedorismo e o trabalho freelance, permitindo uma inovação constante desse profissional.
Outra vantagem que os programas de pós-graduação oferecem é valorizar a prática para permitir uma futura inserção laboral, agregando habilidades ao currículo. Esses cursos também ajudam a aumentar a rede de contatos, sendo uma ótima oportunidade para fazer negócios e amizades e se atualizar de uma maneira integral. Sem dúvida, investir em cursos de pós-graduação é uma das melhores dicas para a carreira.


Ana Milena Duque
Portal Educaedu