19 de mar de 2013

Agenda cultural


Foto: Divulgação
 Imagem: Divulgação

Terça - Dia 19 de março, às 17h30 – Teatro do SESC (Rua Itaiópolis, 470 – América) – Projeto Baú de Histórias - “Nem Te Conto – Uma história que vira e mexe e acontece” 
“Nem Te Conto – Uma história que vira e mexe e acontece”, da Cia. ContaCausos, de Chapecó (SC) circula o estado no projeto Baú de Histórias do Sesc neste mês. Trata-se de uma adaptação de contos populares da tradição oral brasileira, que envolvem personagens distintos, como uma moça “dançadeira” e a figura do “diabo louro”.  O espetáculo une diferentes versões de uma mesma história, mesclando elementos de superstição popular e do folclore regional e nacional, com o objetivo de reconhecer e valorizar essas expressões como manifestações do patrimônio imaterial, assegurando a sua continuidade.
O Baú de Histórias é um projeto que propõe a circulação de espetáculos de contação de histórias pelas unidades do Sesc em Santa Catarina e cidades parceiras, fomentando a arte narrativa em todo o estado. A escolha desses espetáculos é pautada pela qualidade da encenação e fundamentalmente pela relevância literária da proposta. O projeto busca incentivar o hábito de leitura, ao despertar o público para a imaginação e o envolvimento no enredo encenado.
Ingressos gratuitos e limitados 1h antes da apresentação, na bilheteria do teatro

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Quarta - 20 de março, às 22h – Ambrosia Bar e Restaurante (Rua Tijucas, 386 – Centro) – Samba-Rock-Funk-Groove
Um quarteto formado pelos grandes músicos Gabriel Vieira, Vagner Magalhães, Fabio Oliveira e Luciano Caetano, o Samba.Rock.Funk.Groove dá uma roupagem dançante a clássicos da música popular brasileira. É rock com samba. É funk com groove. É uma vibe dançante e alegre com as melhores canções do imaginário popular. 
Quanto: Couvert de R$ 10,00, que é repassado integralmente aos músicos
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Quinta - Dia 21 de Março, às 21h - Livertrio no D.O.C. Cucina & Co (Rua Visconde de Taunay, 146 Centro)
Em uma noite sofisticada, atendimento de ponta, gastronomia de altíssima qualidade, o Livertrio embala os clientes da D.O.C. com standard´s do Jazz e Música Brasileira. Confira no www.facebook.com/livertrio. ou no www.youtube.com/livertrioOfficial
Quanto: Informações e reservas pelo telefone 3025-3822


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Quinta - Dia 21 de Março, às 20h30 - Teatro da AJOTE (Cidadela Antarctica - Rua XV de Novembro, 1383 – América) – Verão Teatral: Teatro Playback, com a Dionisos Teatro
O teatro playback (ou playback theatre, como é conhecido mundialmente) é uma forma teatral em que os atores da Dionisos, com a mediação de uma condutora, encenam / improvisam histórias contadas por pessoas da plateia. Este formato foi idealizado e desenvolvido por Jonathan Fox, em 1975, nos Estados Unidos. Atualmente, o teatro playback é praticado em mais de 30 países.
A partir do projeto de mestrado da atriz Clarice Steil Siewert, a Dionisos Teatro começou a praticar o Teatro Playback com o intuito de levá-lo para os mais diversos espaços. Com atores e músicos experientes, a Dionisos Teatro oferece um novo trabalho que prima pela qualidade artística e pelo encontro com o público.
Numa apresentação de teatro playback, as pessoas são convidadas a contribuir mais ativamente com a experiência teatral, contando suas histórias, escolhendo os atores para representar os personagens e assistindo essa história ser recontada de forma artística. É criado então um espaço íntimo, onde as pessoas podem rir e chorar, compartilhando suas histórias, criando um diálogo através da arte.
O teatro playback se constitui numa prática que pode abranger experiências artísticas, de socialização e de pertencimento, porque carrega em seu bojo a idéia de arte como necessidade humana de encontro e comunhão. Devido a sua grande versatilidade, o teatro playback pode ser feito em espaços simples, trabalhando com temas específicos ou apenas proporcionando um momento de diálogo e experiência estética. Mais informações: 47 3432 6654 - 9604 6691 - dionisosteatro@netvision.com.br
Ingressos: R$ 20,00 - R$ 10,00 (meia)
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Quinta e Sexta - Dias 21 e 22 de Março, às 20 horas – Teatro do SESC (Rua Itaiópolis, 470 – América) - Show de lançamento do Songbook “Crioula”, de Ana Paula da Silva 
Nesta quinta-feira, às 20 horas, com replay na sexta, no Teatro do SESC, com entrada gratuita, a cantora e compositora Ana Paula da Silva faz um show para marcar o lançamento do Songbook “Crioula”, uma espécie de presente da pianista Marisa Toledo, concretizado via SIMDEC – Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura. Um songbook é um livro impresso com tablaturas e/ou partituras instrumentais de uma ou mais bandas ou músicos, possuindo um conteúdo oficial. E “Crioula” traz a produção de Ana Paula da Silva desde o ano de 2000, quando a cantora começou a trabalhar com música autoral. E quem for Assistir o show no dia 21, ainda terá a oportunidade de participar da conversa aberta sobre produção musical com Ana Paula da Silva.
Marisa Toledo, pianista, professora e amiga de Ana Paula da Silva, idealizou e realizou junto de alguns supervisores musicais o primeiro Songbook com as composições de Ana Paula, compostas desde 2000.  Além de composições que fizeram parte de CD´s editados dos cinco que Ana Paula lançou até agora ou mesmo algumas inéditas, o livro conta com canções e composições instrumentais. A obra tem ainda críticas, depoimentos de músicos-amigos, fotos, biografia e discografia completa. Participaram do projeto, além do programador gráfico Robson Eduardo de Oliveira, os músicos Cláudio Moraes, Marcos Archetti e Jacson Araujo. 
Segundo Marisa, o livro traz o registro de uma parte da trajetória musical da Ana pra que alunos de música, outros músicos, estudiosos, amigos, amantes da música - e quem mais quiser! -, possam ler e tocar. “Fico feliz em deixar grafada a obra de uma das cantoras mais talentosas e autênticas que já conheci, além de poder incentivar a produção musical local, da cidade que chamo de minha. Agora é esperar pra ver o pessoal tocando por aí”, diz Marisa Toledo.
A entrada é gratuita, com retirada de ingressos a partir de uma hora antes do show!
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Sexta - Dia 22 de março, às 21h – Centreventos Cau Hansen - Mapeando Futuros – Apresentação de projeção mapeada (vídeo mapping)
Em parceria com artistas locais, Tucunaré Desenvolvimento Cultural e a Escola de Música Yellow (Curitiba/PR), serão apresentados workshops relacionados ao cenário Audio Visual.  Ações de desenvolvimento em grupo serão realizadas e voltadas para a economia criativa, bem como para suas novas linguagens. O desenvolvimento dos artistas locais e o acesso a educação no meio abordado também serão focos do projeto. As interferências são realizadas usando técnicas de Video Mapping em Grafites localizados nas paredes externas do Centreventos Cau Hansen. Workshops e performances musicais também serão apresentadas. O lugar tem cara de vernissage. Ensine e exponha.
Entrada Gratuita

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Sexta - Dia 22 de Março, às 19h30 - Univille Universidade (Rua Paulo Malschitzki, nº 10 - Campus Universitário - Zona Industrial) – Lançamento do livro "As Crônicas de Nova Esperança", de José Vitor Lemos de Oliveira
Lançamento do Volume 1 da obra de ficção do autor joinvilense José Vitor Lemos de Oliveira, "As Crônicas de Nova Esperança - Causas, desenvolvimento e desfecho de uma guerra bicentenária", pela Editora Multifoco do Rio de Janeiro. Preço do exemplar: R$ 39,90
"As Crônicas de Nova Esperança” é o relato de uma longa guerra travada em uma época em que a raça humana se encontra dividida em duas nações inimigas dotadas de sistemas políticos diametralmente opostos, estando estas imbuídas de um ódio mútuo que impossibilita qualquer tentativa de reconciliação. Todos os esforços econômicos de ambos os beligerantes estão voltados para o estado de guerra, sendo a principal função de suas desafortunadas populações o fornecimento de soldados e mão de obra barata para, respectivamente, os horrendos campos de batalha e a fundamental indústria bélica.
Após uma breve e imprescindível introdução que esclarece como a humanidade chegou a tal situação, o relato se volta para a vida de William Oliveira, um jovem de dezessete anos proveniente das classes baixas de Nova Esperança e dotado de uma descomunal capacidade intelectual. Pouco antes de seguir para a linha de combate, destino de todo jovem novaesperancista que completa dezoito anos, William descobrirá através de seus estudos algo que pode dar a vitória ao seu povo na guerra. A partir de então, aventuras, alegrias, infortúnios e revelações improváveis se sucederão na épica trajetória de nosso protagonista e de seus destemidos e fiéis companheiros.
Obra destinada a todos os apreciadores de literatura ficcional não-fantástica, “As Crônicas de Nova Esperança” porá o seu leitor em contato com personagens os mais diversos, com suas angustiantes crises existenciais, seus anseios por um futuro de paz e harmonia, suas comoventes histórias de vida e também com o improvável destino que lhes sobrevirá no final de toda esta empolgante aventura."
Entrada Gratuita 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Sexta - Dia 22 de Março, às 20h30 - Teatro da AJOTE (Cidadela Antarctica - Rua XV de Novembro, 1383 – América) – Verão Teatral: Espetáculo “Amor por Anexins”, com a Dionisos Teatro 
O personagem Isaías, um velho de aparências não muito interessantes, tenta conquistar uma bela e interesseira viúva. Tudo seria normal se não fosse o vício de Isaías de falar quase que o tempo inteiro através de anexins, ou seja, ditados populares.
Ficha Técnica:
Autor: Arthur Azevedo / Direção: Silvestre Ferreira / Elenco: Clarice Steil Siewert, Eduardo Campos, Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira / Músicos: Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira / Trilha Sonora: Andréia Malena Rocha e Vinícius Ferreira / Trilha Sonora (Primeira Etapa): Guilhermo Santiago / Letras: Arthur Azevedo / Figurinos: Lucas David / Maquiagem: O grupo / Cenografia: O grupo / Cenotécnica: Marcelo de Mello / Material Gráfico: Ismael Ramos Jr /Indicação: 12 anos / Duração: 50 minutos.
Quanto: Ingressos R$ 20,00 (meia, R$ 10,00)

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Sexta – Dia 22 de Março, às 22h - Teatro da Liga (Rua Jaguaruna, 100 -  Centro) - Show “Rua dos Amores, com Djavan
Depois do inesquecível show feito no ginásio do SESC, há quae 20 anos, o cantor e compositor Djavan volta a Joinville paraa apresentar o seu novo disco, “Rua dos Amores”. Depois de quatro anos afastado para um “descanso”, ele volta à cena com esse novo trabalho. Passeando pelos ritmos e sonoridades brasileiras como quem atravessa a rua onde nasceu, cresceu e se criou, o autor assina letras e melodias das 13 novas canções, fez todos os arranjos e é o produtor do CD.  “Rua dos amores” é um disco de canções de amor. E canções as mais diversas possíveis, na forma e no conteúdo. Ouvi-las é passear por essa diversidade, sem perda de um estilo único jamais. As portas do teatro abrem às 20h30min. Informações  pelo fone 47 3028-4048. 
Ingressos antecipados na Jurerê Beach & Fitnesss (Rua Lages, 480 – Loja 7) e pelo www.ticketcenter.com.br

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Sábado, 23 de março, às 20h30 - Teatro da AJOTE (Cidadela Antarctica - Rua XV de Novembro, 1383 – América) – Verão Teatral: Espetáculo “O tipo brasileiro”, com a Cia Atos de Teatro 
Peça que compõe o musical “À Brasileira”, texto de França Jr que  satiriza o comportamento e o costume do “tipo brasileiro” com seu famoso "jeitinho", ao resolver seus problemas e valorizando sempre o que vem do estrangeiro. Comédia inteligente para todas as idades, montada no formato teatro de revista, com intervenções coreografadas que envolve o público no espetáculo.
Ficha técnica: 
Direção: Rubens Lima Jr. / Assistência:Eliane Ramin / Cenografia / Figurino / Músicas: Augusto Pessoa / Trilha Sonora: Jacson Araujo / Elenco: Larissa Ramiro, Eduardo Vieira, Eliane Ramin, João Felipe Mucciolo, Ione Macedo, Fernando Fossile
Quanto: Ingressos R$ 20,00 (meia, R$ 10,00)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Domingo e Segunda, Dias 24 e 25 de Março - 20h – Teatro da AJOTE (Cidadela Antarctica - Rua XV de Novembro, 1383 – América) – Verão Teatral: Espetáculo “(C)Elas”, com a Cia Vai (EmCenaCatarina)
Uma atriz. Corpo e voz em evidência. Luz, projeções e música. Espaço de comunhão. Proximidade entre palco e plateia. Muitas mulheres habitam este espaço de prisões imaginárias ou espaciais. Meu corpo é meu espaço-maior. Tantas vezes eu falei pro pai dele: olha, ele está chorando, faça alguma coisa! E nada. Não fizemos nada. Ainda. As mulheres de ©elas habitam uma atriz e muitas espectadoras, e se convidam a alçar voo em vidas reais e imaginadas das mulheres que somos. Porque às vezes, é preciso morrer para nascer de novo. Matar a antiga mulher que me habitou é meu dever. Não quero ser outra. Só quero ser.
©elas partiu de narrativas de mulheres carcerárias e egressas do sistema carcerário Joinville-SC da historiadora Camila Diane Silva, a pesquisa realizada no ano de 2009 nasce para investigar impulsos, sensações, motivações e forças motrizes que levaram essas mulheres a transgredir o código penal e assim, transpor para a linguagem das artes. As relações de gênero e construções culturais a respeito da figura feminina são temas da montagem, que traz uma construção cênica poética e não-linear, calcada na performatização da atuação e nas relações polifônicas e dialógicas dos signos do espetáculo. ©elas pretende oferecer ao espectador várias perspectivas da mulher em diferentes instâncias da vida, do aprisionamento social e pessoal à libertação de seus lugares-comuns, em um espaço de intimidade e interação com o público. Nesta peça, optamos pelas histórias que não aconteceram: outras possibilidades a partir dos mesmos impulsos femininos, das criaturas e das criadoras que somos. Optamos pelo sonho em cena, o quê não foi e o quê poderia vir a ser (e desejamos).
Quanto: Ingressos R$ 20,00 (meia, R$ 10,00)

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Março, das 8 às 17h – Hall da Prefeitura Municipal de Joinville – Exposição Projeto Itinerante
A sede da Prefeitura de Joinville recebe a artir de segunda, dia 11 de março, a exposição integrante do projeto Itinerarte. A mostra faz homenagem ao Dia Internacional da Mulher e reúne 20 obras em grafite, giz pastel e pintura em acrílico e outras quatro em cerâmica. As peças selecionadas são de alunos e professores da Escola de Artes Fritz Alt, da Casa da Cultura. A curadoria é da professora Asta dos Reis. A exposição segue aberta para visitação no hall do primeiro andar da Prefeitura Municipal até o dia 8 de abril, das 8 às 17h, com entrada gratuita.
Entrada Gratuita 



Fonte: http://www.portaljoinville.com.br/v4/blogs/serginho/25352

Nenhum comentário: