16 de mai de 2013

15 de maio - Dia do Assistente Social



Ivone Rech Crispim – Gestão de Pessoas e Acadêmica de Serviço Social
Verônica de Oliveira – Assistente Social e Psicopedagoga


O Serviço Social como profissão, surgiu a partir da década de 1930, com o aparecimento das “questões sociais” no universo da família, do trabalho, da saúde, da educação, dos idosos, da criança e dos adolescentes, que enfrentam o preconceito, discriminação entre outras formas de violação de direitos. O profissional se destaca em suas atribuições na elaboração, execução e avaliação de políticas públicas, na inserção social, como também na assessoria a movimentos populares.
A história do serviço social tem como “pano de fundo” todo processo social, econômico e político de uma sociedade que está em constante transformação. Nesta trajetória foram muitas lutas e conquistas que vivenciamos até os dias de hoje. No decreto nº 994, de 15 de maio de 1962, que regulamentou a Lei nº 3.252, de 27 de agosto de 1957, dispondo sobre o exercício da profissão, o Dia do Assistente Social.
O serviço social apresenta uma feição social renovada, voltada à defesa da garantia de direitos dos cidadãos, assim torna-se possível a efetivação desses direitos aos sujeitos sociais. Este processo é fruto de desenvolvimento ético-político com grande significativo no campo de ensino, da pesquisa, da regulamentação e do avanço profissional. Lembramos que o trabalho profissional na sociedade não depende apenas da atuação isolada do assistente social, mas sim de um conjunto de relações e condições sociais onde a mesma está inserida.
Portanto, o exercício da profissão exige um sujeito profissional que tenha competência para propor, para negociar com instituições seja pública ou privada os seus projetos, defendendo o seu campo de trabalho, suas qualificações e seus direitos como sujeito. Só poderemos garantir direitos aos usuários se antes garantimos os nossos. Serviço Social não pode ser confundido com benevolência, assistencialismo. Sendo assim é uma profissão que tem um compromisso com a construção de uma sociedade humana, digna e justa. Trata-se de uma profissão que atua com as questões sociais, e essas são de múltiplas expressões, visualiza-se a necessidade de construir e reconstruir estratégias para que o Assistente Social possa colaborar na emancipação de indivíduos.
É uma profissão regulamentada pela Lei nº 8.662 de 13 de março de 1993 e requer curso superior. Com todo esse aparato legal o Serviço Social, deu um salto na qualidade dos seus serviços prestados à sociedade.
Aproveitando o ensejo desejamos a todos esses profissionais os nossos Parabéns.

Texto publicado no Jornal Notícias do Dia

Um comentário:

Dicicléia Barros disse...

É muito bom perceber o nascimento de excelentes profissionais através do empenho de uma professora exemplar como a Jaciane. Parabéns à UNIASSELVI e à equipe do POLO AUPEX pela organização e incentivo os acadêmicos!!!