16 de out de 2013

Matrículas em cursos EAD disparam e já representam 15% da procura em graduação


As matrículas nos cursos de Educação a Distância no Brasil já ultrapassam 5 milhões. Entre 2011 e 2012, as matrículas nos cursos a distância aumentaram 12,2% contra 3,1% nos presenciais. O dado aponta que o EAD representa hoje mais de 15% do total de matrículas em graduação. As informações fazem parte do Censo EAD BR 2012, divulgado em 26 de setembro pela Abed (Associação Brasileira de Educação a Distância). Os dados completos do Censo da Educação Superior 2012 serão divulgados em outubro no site do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas), responsável pelo levantamento.
Para o censo, a Abed ouviu 231 instituições de ensino e avaliou cursos autorizados, livres, corporativos e disciplinas de cursos presenciais que são executadas a distância. Cerca de 800 instituições foram convidadas para participar do levantamento.
O perfil do aluno de EAD traçado na pesquisa mostra ainda que 85% dos estudantes divide o tempo entre os estudos e o trabalho. Em 2010, 74,4% das matrículas de EAD foram feita em cursos livres, que também são os mais oferecidos. Do total de 9.376 cursos de EAD no Brasil em 2012, 7.520 (80,2%) eram livres, sendo os demais em cursos autorizados. 
Fonte: Uol, São Paulo
Entrevista feita recentemente pelo jornal Folha de São Paulo com profissionais de RH de grandes empresas apontou que “a simpatia pelos cursos online não se restringe a empresas de tecnologia, que tendem a ser mais abertas a novas plataformas e soluções. Companhias de setores tradicionais, como construção civil e consumo, também revelaram não fazer distinção entre cursos presenciais e virtuais”. 

Nenhum comentário: