23 de jan de 2014

Redes Sociais, uma boa opção para a educação e o emprego



Fonte: http://lounge.obviousmag.org


A ampla variedade de plataformas sociais na internet se converteu em uma referência na busca e nos processos de seleção a uma vaga de emprego, mas os usuários sabem realmente utilizá-las?


Falar em redes sociais, hoje em dia, deixou de ser uma novidade e passou a ser um tema comum e cotidiano. Essas plataformas se transformaram em espaços onde os usuários compartilham interesses, interagem, opinam e abrem portas para oportunidades em diferentes âmbitos, incluindo o acadêmico e o profissional. Não fazer parte de alguma dessas redes é estar desatualizado dos acontecimentos do mundo.

Para obter vantagem nas redes sociais existentes é importante determinar o objetivo de cada uma, saber para que servem, a quem se dirigem, qual é o enfoque e se ao pertencer a elas irá gerar algum tipo de benefício. Por este motivo, cada vez mais pessoas se unem a elas para alcançar um resultado concreto.

Não se trata de ser membro de uma comunidade por modismo, é preciso saber previamente que tipo de resultado se obterá com tal ação: conseguir amigos, compartilhar gostos, manifestar ideias, posicionar marcas, vender, encontrar ofertas de trabalho ou de estudo, entre outros. Com isso, o internauta irá interagir com seus contatos de forma correta, publicando conteúdos baseados na rede de sua preferência.

Educação, trabalho e redes sociais:  

Existem redes sociais especializadas na busca de empregos, outras na formação ou como a Educaedu.com, que combina ambos enfoques, contribuindo para a preparação e crescimento profissional dos integrantes. Compreender como funciona o buscador, quais são os principais conteúdos, como os usuários interagem entre eles ou como criar um perfil, implicará que a experiência seja de interação e colaboração permanente.

Atualmente, as áreas de Recursos Humanos das empresas e os recrutadores – em geral – estão investig ando os candidatos que se apresentam para determinados cargos através das redes sociais, sendo um filtro para continuar com o processo de seleção. A respeito disso, a Gerente de Conteúdos da Educaedu, Keli Campos, afirma que uma pessoa que usa palavras ofensivas, que não escreve adequadamente ou completa o perfil com dados falsos, diminui suas possibilidades de encontrar um bom emprego e de ser considerada para futuras contratações.

“Na plataforma da Educaedu, os usuários podem saber que cursocarreira ou pós-graduação estudou uma pessoa que trabalha em uma organização na qual gostaria de trabalhar no presente ou no futuro, articulando assim o acadêmico com o profissional, em um único espaço virtual”, explica Keli Campos.

Sobre Educaedu

Educaedu é o portal líder de educação na Internet, presente em mais de 20 países e nove línguas diferentes, onde centros de formação de todo mundo podem publicar suas ofertas de cursos para conquistar alunos e difundir seu ensino.
A companhia foi fundada em 2001 pelos empresários espanhóis Mikel Castaños e Fernando Bacaicoa e cresceu muitos nos últimos anos. Atualmente conta com de 140 mil ofertas de cursos em diferentes áreas e níveis de estudos.
Em maio de 2010, o fundo de investimento americano Great Hill Partners passou a fazer parte das ações da empresa para consolidar e acelerar seu crescimento internacional.
Educaedu está presente nos seguintes países: Argentina, Chile, México, Colômbia, Brasil, Equador, Peru, Espanha, Portugal,Reino Unido, França, Itália, Polônia, Austrália, Canadá, Alemanha, Áustria, Turquia, Estados Unidos e Rússia.


A Aupex também está presente no portal Educaedu!

Nenhum comentário: